CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Nordeste

Líder quilombola da Bahia, Bernadete Pacífico é assassinada

Criminosos invadiram o terreiro onde Bernadete estava, relata a ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco

(Foto: Conaq)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Bernadete Pacífico, uma respeitada liderança quilombola da Bahia, foi assassinada na noite desta quinta-feira (17). Ela era integrante da Coordenação Nacional de Articulação de Quilombos (Conaq) e foi secretária de Políticas de Promoção da Igualdade Racial e líder da comunidade quilombola de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador.

A ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, relatou que criminosos invadiram o terreiro onde Bernadete estava. "O racismo religioso mata e produz violências reais", escreveu. "O ataque contra terreiros e o assassinato de lideranças religiosas de matriz africana não é pontual. O racismo religioso é mais uma faceta da conformação racista que estrutura o país e precisa ser combatido por meio de políticas públicas".

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues (PT), determinou a ida da Polícia Militar e da Polícia Civil até o local e pediu que os agentes "sejam firmes na investigação".

Ministro dos Direitos Humanos e da Cidadania, Silvio Almeida também deslocou uma equipe até o local do crime.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Bernadete era mãe de Flávio Gabriel Pacífico dos Santos, conhecido como Binho do Quilombo, diz a Conaq. Líder da comunidade Pitanga dos Palmares, ele foi assassinado há 6 anos. Segundo a entidade, a 'mãe Bernadete' "atuava na linha de frente para solucionar o caso do assassinato do seu filho Binho e bravamente enfrentou todas adversidades que uma mãe preta pode enfrentar na busca por justiça e na defesa da memória e da dignidade de seu filho".

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO