Lobão Filho: decisão errada pode encerrar carreira de Câmara

O suplente de senador, Lobão Filho (PMDB) reagiu à declaração do vereador e pré-candidato do partido à Prefeitura de São Luís, Fábio Câmara, de que não está preocupado com pesquisas; a avaliação do vereador foi feita após Edinho afirmar que as pesquisas mostram o peemedebista sem "a menor condição eleitoral"; Edinho voltou a tocar no assunto; "Quando afirmei que a candidatura do Fábio perdeu seu momento não foi para prejudicá-lo e sim para protegê-lo (…) Mas o conjunto de fatores como absoluta falta de estrutura financeira, falta de equipe, partido dividido, aliados a falta de empatia apontada nas pesquisas são fatais para uma candidatura"; com 2% de intenções de votos, Câmara não tem o apoio da maioria do PMDB

O suplente de senador, Lobão Filho (PMDB) reagiu à declaração do vereador e pré-candidato do partido à Prefeitura de São Luís, Fábio Câmara, de que não está preocupado com pesquisas; a avaliação do vereador foi feita após Edinho afirmar que as pesquisas mostram o peemedebista sem "a menor condição eleitoral"; Edinho voltou a tocar no assunto; "Quando afirmei que a candidatura do Fábio perdeu seu momento não foi para prejudicá-lo e sim para protegê-lo (…) Mas o conjunto de fatores como absoluta falta de estrutura financeira, falta de equipe, partido dividido, aliados a falta de empatia apontada nas pesquisas são fatais para uma candidatura"; com 2% de intenções de votos, Câmara não tem o apoio da maioria do PMDB
O suplente de senador, Lobão Filho (PMDB) reagiu à declaração do vereador e pré-candidato do partido à Prefeitura de São Luís, Fábio Câmara, de que não está preocupado com pesquisas; a avaliação do vereador foi feita após Edinho afirmar que as pesquisas mostram o peemedebista sem "a menor condição eleitoral"; Edinho voltou a tocar no assunto; "Quando afirmei que a candidatura do Fábio perdeu seu momento não foi para prejudicá-lo e sim para protegê-lo (…) Mas o conjunto de fatores como absoluta falta de estrutura financeira, falta de equipe, partido dividido, aliados a falta de empatia apontada nas pesquisas são fatais para uma candidatura"; com 2% de intenções de votos, Câmara não tem o apoio da maioria do PMDB (Foto: Leonardo Lucena)

Blog do John Cutrim - Em nota enviada a este blog, o suplente de senador, Lobão Filho reagiu à declaração do vereador Fábio Câmara durante entrevista ao programa Ponto e Vírgula (Marcelo Minard, Leandro Miranda e Paulo Negrão). No domingo, Edinho havia afirmado ao blog do Marco D’Eça que Fábio Câmara “não tem a menor condição eleitoral. E as pesquisas deixam claro isso”, ao que Câmara respondeu, nesta segunda-feira (27), na rádio Difusora FM: “não me preocupo com pesquisa, não tem valor agora. Digo que muitas águas ainda vão rolar. Com todo o respeito, quando o Edinho Lobão saiu ruim nas pesquisas ao governo, ainda assim eu o apoiei. O que faz um político grande ou medíocre, são os seus atos”, declarou o vereador.

Ao ler neste blog o que Fábio Câmara tinha dito, Lobão Filho enviou uma nota, reafirmando que a candidatura do vereador não tem viabilidade em São Luís e que o objetivo não é prejudicá-lo, mas protegê-lo. “Quando afirmei que a candidatura do Fábio perdeu seu momento não foi para prejudicá-lo e sim para protegê-lo (…) Mas o conjunto de fatores como absoluta falta de estrutura financeira, falta de equipe, partido dividido, aliados a falta de empatia apontada nas pesquisas são fatais para uma candidatura”, enfatiza Edinho.

E completa Lobinho: “Não gostaria que um político jovem, com um futuro promissor e uma reeleição de vereador garantida tivesse sua carreira interrompida por uma decisão errada”.

Fábio Câmara pontua nas pesquisas com 2% de intenções de votos e não tem o apoio da maioria do PMDB. Além de Edinho, quem também vislumbra o vexame de Fábio e do PMDB em São Luís é o ex-deputado Ricardo Murad, os deputados Hildo Rocha e Roberto Costa e o ex-senador José Sarney (este tem preferência pelo nome da deputada Andrea Murad).

No fim da nota, Lobão Filho diz que torce pelo vereador e acredita que um dia ele pode até ser governador do estado. Abaixo, a íntegra.

LOBÃO FILHO – BLOG JOHN CUTRIM

O vereador Fábio Câmara foi nesta segunda-feira na minha casa, a rádio Difusora, e me admoesta afirmando que quando fui candidato estava atrás nas pesquisas e ainda assim me apoiou. Que um grande politico é medido por suas ações.

Absoluta verdade, do início ao fim!

Para o politico suas ações dizem seu caráter, não suas palavras. Muito menos seu discurso.

Fui candidato a governador do meu estado. Não pela minha vontade e sim forçado pelas circunstâncias daquele momento. Sabia que minhas chances de vitória eram mínimas, mas não fugi da luta.

E Fabio Câmara estava lá, ao meu lado, do início ao fim da campanha. Não fugiu e não mudou de lado como vários fizeram quando a derrota era eminente.

Só tem um detalhe que precisa ser esclarecido.

Quando afirmei que a candidatura do Fábio perdeu seu momento não foi para prejudicá-lo e sim para protegê-lo. Não gostaria que um político jovem, com um futuro promissor e uma reeleição de vereador garantida tivesse sua carreira interrompida por uma decisão errada. Pesquisas nunca foram balizadores finais em candidaturas. Mas o conjunto de fatores como absoluta falta de estrutura financeira, falta de equipe, partido dividido, aliados a falta de empatia apontada nas pesquisas são fatais para uma candidatura.

Não tenho a arrogância e nem a pretensão de ser pai de ninguém, muito menos líder inconteste, mas me julgo amigo do vereador Fábio Câmara e isto será provado ao longo da carreira política exitosa dele. Carreira que esta apenas começando, na base do extrato politico, como vereador. E que, quem sabe, pode um dia ser governador de todos nós.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247