Moro pede escolha de “candidatos íntegros” e Dino rebate: “cometeu o absurdo imperdoável de servir a Bolsonaro”

O governador do Maranhão, Flávio Dino, usou suas redes sociais para rebater ao discurso do ex-juiz Sergio Moro, que serviu para manipular as eleições de 2018, foi ministro de Bolsonaro e agora “pede integridade nas eleições”

Flávio Dino e Sérgio Moro
Flávio Dino e Sérgio Moro (Foto: GOVMA | Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB-MA), usou suas redes sociais neste domingo (15) para rebater ao discurso do ex-juiz Sergio Moro, que serviu para manipular as eleições de 2018, retirando o ex-presidente Lula do pleito eleitoral, foi ministro da Justiça de Jair Bolsonaro e agora defende a escolha candidatos íntegros e ‘sem discurso de ódio’.

'Pena que tais critérios não prevaleceram quando Moro cometeu o absurdo imperdoável de servir a Bolsonaro', disse Flávio Dino. 

Dino ficou em primeiro lugar no concurso de juiz que prestou com Sergio Moro. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email