Na contramão de outros estados, Maranhão amplia investimentos

Depois de apontar queda de investimentos em estados, como o Rio de Janeiro, uma reportagem do Valor Econômico aponta que no Maranhão a situação financeira é diferente; há recursos disponíveis para garantir elevação de investimentos este ano, diz o secretário de Fazenda, Marcellus Ribeiro Alves; de acordo com os relatórios, os investimentos no estado aumentaram 17,9% de janeiro a junho na comparação com o mesmo período de 2016; o titular da pasta afirmou que R$ 1,5 bilhão em investimentos estão programados para este ano

Depois de apontar queda de investimentos em estados, como o Rio de Janeiro, uma reportagem do Valor Econômico aponta que no Maranhão a situação financeira é diferente; há recursos disponíveis para garantir elevação de investimentos este ano, diz o secretário de Fazenda, Marcellus Ribeiro Alves; de acordo com os relatórios, os investimentos no estado aumentaram 17,9% de janeiro a junho na comparação com o mesmo período de 2016; o titular da pasta afirmou que R$ 1,5 bilhão em investimentos estão programados para este ano
Depois de apontar queda de investimentos em estados, como o Rio de Janeiro, uma reportagem do Valor Econômico aponta que no Maranhão a situação financeira é diferente; há recursos disponíveis para garantir elevação de investimentos este ano, diz o secretário de Fazenda, Marcellus Ribeiro Alves; de acordo com os relatórios, os investimentos no estado aumentaram 17,9% de janeiro a junho na comparação com o mesmo período de 2016; o titular da pasta afirmou que R$ 1,5 bilhão em investimentos estão programados para este ano (Foto: Leonardo Lucena)

Maranhão 247 - Depois de apontar queda de investimentos em estados, como o Rio de Janeiro, uma reportagem do Valor Econômico aponta que no Maranhão a situação financeira é diferente. Há recursos disponíveis para garantir elevação de investimentos este ano, diz o secretário de Fazenda, Marcellus Ribeiro Alves. De acordo com os relatórios, os investimentos no estado aumentaram 17,9% de janeiro a junho na comparação com o mesmo período de 2016. O titular da pasta afirmou que R$ 1,5 bilhão em investimentos estão programados para este ano, sendo 50% com recursos do Tesouro estadual. No ano passado foi investiga uma cifra de R$ 1,2 bilhão. Para 2017, a ideia é investir R$ 1,7 bilhão.

Os recursos são aplicados, principalmente, em obras de infraestrutura, pavimentação de estradas e programas nas áreas de saúde e segurança. O corte de incentivos fiscais concedidos no mandato anterior ao de Dino e o aumento de alíquota de ICMS foram medidas cruciais para o aumento de recursos em caixa, afirmou que o secretário.

As mudanças ajudaram na alta nominal de 21% da receita do governo estadual em 2016. Os recursos de repatriação também contribuíram, pois, de acordo com o secretário, o estado recebeu no ano passado cerca de R$ 500 milhões distribuídos dentro do programa federal de repatriação, contando o Imposto de Renda arrecadado e as multas.

Leia a íntegra

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247