“Não querem eleições; querem tapetão”, diz Flávio Dino ao grupo Sarney

O governador Flávio Dino (PCdoB) usou as redes sociais para se defender da oposição que pediu intervenção federal por conta de um documento que teria circulado no Sistema de Segurança, assinado por um oficial da PM, sobre um suposto “monitoramento” de políticos; “Não querem eleições, querem tapetão. Deve ser saudade da Ditadura quando mandavam sem votos”, disse Dino ao grupo Sarney e à oposição

O governador Flávio Dino (PCdoB) usou as redes sociais para se defender da oposição que pediu intervenção federal por conta de um documento que teria circulado no Sistema de Segurança, assinado por um oficial da PM, sobre um suposto “monitoramento” de políticos; “Não querem eleições, querem tapetão. Deve ser saudade da Ditadura quando mandavam sem votos”, disse Dino ao grupo Sarney e à oposição
O governador Flávio Dino (PCdoB) usou as redes sociais para se defender da oposição que pediu intervenção federal por conta de um documento que teria circulado no Sistema de Segurança, assinado por um oficial da PM, sobre um suposto “monitoramento” de políticos; “Não querem eleições, querem tapetão. Deve ser saudade da Ditadura quando mandavam sem votos”, disse Dino ao grupo Sarney e à oposição (Foto: Voney Malta)

Blog da Sílvia Tereza - O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), reagiu à ofensiva da oposição ao seu governo que anunciou pedido de intervenção federal no Estado por conta de um documento que teria circulado no Sistema de Segurança, assinado por um oficial da Polícia Militar, sobre um suposto “monitoramento” de lideranças políticas.

“Não querem eleições, querem tapetão. Deve ser saudade da Ditadura Militar, quando mandavam sem ter votos”, disse Flávio Dino ao se dirigir, diretamente, ao grupo Sarney e à oposição.

Segundo Flávio Dino, a oposição estaria demonstrando “insatisfação com a Polícia que tirou São Luís de ser uma das 50 cidades mais violentas do mundo, acabou com os crimes em Pedrinhas e reduziu o índice de violência”.

Leia aqui na íntegra a postagem do governador Flávio Dino.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247