'Negacionistas receberão o justo julgamento', diz Camilo Santana após visita de Bolsonaro ao Ceará

Governador do Ceará criticou Jair Bolsonaro por ir ao estado promover aglomerações no pior momento da pandemia. "Continuaremos firmes, combatendo o negacionismo, e lutando sempre pela vida”, afirmou

www.brasil247.com - Jair Bolsonaro e Camilo Santana.
Jair Bolsonaro e Camilo Santana. (Foto: ABr)


247 - O governador do Ceará, Camilo Santana, criticou Jair Bolsonaro nesta sexta-feira (26), após ele realizar uma agenda política no Ceará, que promoveu aglomerações de pessoas no momento do maior agravamento da pandemia no país. 

Sem citar o nome de Bolsonaro, Camilo Santana disse que os negacionistas receberão um julgamento justo. “Aqueles que debocham da ciência, ignoram a luta dos profissionais de saúde para salvar vidas, e, principalmente, desrespeitam a dor das milhares de famílias vítimas da Covid, receberão o justo julgamento. Continuaremos firmes, combatendo o negacionismo, e lutando sempre pela vida”, afirmou o petista pelo Twitter. 

Em visita a Tianguá, no Ceará, nesta sexta-feira (26) para participar da assinatura da retomada de obras viárias em cidades do estado, Jair Bolsonaro provocou aglomerações e voltou a falar contra medidas sanitárias de contenção da Covid-19.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Bolsonaro, no entanto, também foi alvo de protestos. Em Fortaleza, destino também visitado por Bolsonaro, a população ergueu cartazes e faixas contra o governo federal: "fora, capetão cloroquina". 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email