Partidos do centrão assumem bolsonarismo para disputa eleitoral no Nordeste

Partidos de direita, que integram o bloco do chamado centrão, PSD e PP assumem o bolsonarismo para tentar crescer na região Nordeste na eleições municipais deste ano

(Foto: PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Os principais partidos do centrão, que inclui partidos direitistas como PP, PSD, PL PTB, Solidariedade, PROS e Avante, estão em plena ofensiva na região Nordeste para conquistar prefeituras nas eleições municipais deste ano. Para isso estão vestindo a camisa do bolsonarismo.

A meta é se fortalecer para as eleições parlamentares e de governadores em 2022. 

Esses partidos contam com o apoio do governo federal e de Jair Bolsonaro, que tem inaugurado obras e já fez quatro visitas à região nos últimos três meses, informa o jornalista João Pedro Pitombo na Folha de S.Paulo.

Por seu turno, Jair Bolsonaro aposta na criação de um campo de alianças para tentar superar o PT, que desde a primeira vitória eleitoral, em 2002, é majoritário na região. Em 2018, Bolsonaro teve menos votos do que Fernando Haddad no Nordeste. 

Embora Bolsonaro tenha dito que não apoiará candidatos no primeiro turno das eleições municipais, os partidos do centrão contam com o uso da máquina federal, com obras e recursos para os municípios.

Recentes pesquisas de opinião mostram o crescimento da popularidade de Bolsonaro no Nordeste. Segundo o Datafolha, em agosto 33% dos eleitores da região consideravam o governo Bolsonaro ótimo ou bom contra 27% da pesquisa anterior, de junho.

Bolsonaro capitaliza o pagamento do auxílio emergencial durante a pandemia, mesmo que seja uma conquista social fruto da ação dos partidos de oposição, principalmente de esquerda. 

Os partidos do centrão alimentam a expectativa de que Bolsonaro participe de novas inaugurações e vistorias em estados do Nordeste antes da eleição. Ainda neste mês de setembro, ele deve visitar as obras da ferrovia Oeste-Leste, na Bahia, aponta a reportagem. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email