Petroleiros denunciam vazamento de óleo em terminal da Bahia: 'evidencia o desmonte feito pela Petrobrás'

Terminal de Madre de Deus (Temadre), que embarca derivados de petróleo processados pela Refinaria Landulfo Alves, registrou um vazamento de óleo combustível durante carregamento de navio

(Foto: Petrobrás)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Na noite de quarta-feira (10) houve um vazamento de óleo no Terminal de Madre de Deus (Temadre), que recebe petróleo e embarca derivados de petróleo processados pela Refinaria Landulfo Alves, que a Petrobrás anunciou a venda para uma empresa dos Emirados Árabes Unidos

Segundo informações do Sindicato dos Petroleiros da Bahia, o vazamento do óleo combustível no pier secundário da unidade aconteceu devido a um furo em uma das tubulações durante o carregamento de navio usado para transporte e operação de abastecimento de navios ancorados em Salvador.

Não houve danos ambientais maiores, pois a ocorrência foi prontamente identificada pela equipe operacional presente interrompendo-se a operação e agindo no combate à propagação do produto que caiu no mar. Após algumas horas, o vazamento estava contido restando apenas pequenos resíduos que alcançaram outros píeres, mas sem maiores danos.

Os petroleiros apontam que esse tipo de incidente é resultado do sucateamento da Petrobrás e suas subsidiárias. "Afinal, furo em tubulações estão relacionados à fragilidade do material seja pela má qualidade ou pela própria degradação do uso e tempo. Sejam quais dos motivos, a forma de se evitar isto é com investimento em manutenção, inspeção e a substituição dos trechos identificados como já danificados", afirmam. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email