PF fecha TV bolsonarista ligada a Ciro Nogueira no Piauí; apresentador estava ao vivo (vídeo)

A TV Piauí é acusada de criar e espalhar mentiras, calúnias e ataques à honra de adversários de Jair Bolsonaro

www.brasil247.com - Ciro Nogueira, TV Piauí e Polícia Federal
Ciro Nogueira, TV Piauí e Polícia Federal (Foto: ABR | Reprodução)


247 - A Polícia Federal cumpriu, nesta sexta-feira (23), mandado de busca e apreensão na sede da TV Piauí, canal de internet bolsonarista criado pelo ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira. A informação é do portal Piauí Hoje.

A operação foi determinada pelo Tribunal Regional Eleitoral do estado (TRE/PI) a fim de para apurar denúncia de crime eleitoral protocolada pelo Ministério Público Federal. O canal é acusado de criar e espalhar mentiras, calúnias e ataques à honra de adversários de Jair Bolsonaro.

De acordo com o Piauí Hoje, a TV Piauí foi criada após o rompimento de Ciro Nogueira com o grupo do ex-governador Wellington Dias, do PT. O canal tinha como propósito político atacar adversários de Jair Bolsonaro (PL) no estado, especialmente os candidatos do PT ao Governo, Rafael Fonteles, e ao Senado, Wellington Dias.

A TV estava ao vivo na internet no momento em que a Polícia Federal cumpriu o mandado de busca e apreensão. O vídeo abaixo mostra o momento em que o jornalista Douglas Ferreira é interrompido enquanto lia um comentário defendendo a punição para os institutos responsáveis pelas pesquisas eleitorais:


Ainda segundo o Piauí Hoje, a decisão judicial também ordena a remoção dos conteúdos da TV Piauí das redes sociais e do YouTube. Até o momento da publicação desta matéria, os conteúdos estão no ar.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

 

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email