PMs alteraram cena do crime após disparos contra Cid Gomes

Depois dos tiros contra o senador Cid Gomes (PDT-CE), policiais militares varreram o chão do Batalhão da cidade de Sobral, no Ceará, em busca de cartuchos e restos dos projéteis disparados contra o parlamentar

Clima fica tenso com motim de policiais no Ceará
Clima fica tenso com motim de policiais no Ceará (Foto: Reprodução/Twitter)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Depois dos tiros contra o senador Cid Gomes (PDT-CE) na quarta-feira (19), policiais militares varreram o chão do Batalhão da cidade de Sobral, no Ceará, em busca de cartuchos e restos dos projéteis disparados contra o parlamentar. Homens teriam recolhido todos os objetos do chão antes de policiais civis chegarem ao local do crime. Quando o Comando Tático Rural (Cotar) chegou ao local, o batalhão já estava praticamente vazio. A informação é do jornalista Melquíades Júnior, do Diário do Nordeste.

De acordo com a Polícia Civil, a perícia no local do crime será decisiva para a identificação dos autores dos disparos. 

Um dos policiais que estava no local contou que houve violação da cena porque não seria difícil identificar o autor dos disparos. “Não vai ser tão difícil identificar os autores dos disparos. Eles devem saber tanto disso que não duvido que tenham tentado ir para longe”, afirmou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email