PMs alteraram cena do crime após disparos contra Cid Gomes

Depois dos tiros contra o senador Cid Gomes (PDT-CE), policiais militares varreram o chão do Batalhão da cidade de Sobral, no Ceará, em busca de cartuchos e restos dos projéteis disparados contra o parlamentar

Clima fica tenso com motim de policiais no Ceará
Clima fica tenso com motim de policiais no Ceará (Foto: Reprodução/Twitter)

247 - Depois dos tiros contra o senador Cid Gomes (PDT-CE) na quarta-feira (19), policiais militares varreram o chão do Batalhão da cidade de Sobral, no Ceará, em busca de cartuchos e restos dos projéteis disparados contra o parlamentar. Homens teriam recolhido todos os objetos do chão antes de policiais civis chegarem ao local do crime. Quando o Comando Tático Rural (Cotar) chegou ao local, o batalhão já estava praticamente vazio. A informação é do jornalista Melquíades Júnior, do Diário do Nordeste.

De acordo com a Polícia Civil, a perícia no local do crime será decisiva para a identificação dos autores dos disparos. 

Um dos policiais que estava no local contou que houve violação da cena porque não seria difícil identificar o autor dos disparos. “Não vai ser tão difícil identificar os autores dos disparos. Eles devem saber tanto disso que não duvido que tenham tentado ir para longe”, afirmou.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247