CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Nordeste

Rejeitado pelo Nordeste, Bolsonaro discursa em ato esvaziado no Recife (vídeo)

Apesar grande da estrutura montada, o evento realizado no Recife contou com a participação de menos de 500 pessoas

Bolsonaro-ato-campanha-Recife (Foto: REUTERS/Ricardo Moraes | Reprodução)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Brasil de Fato - O candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL) fez sua terceira visita ao Recife durante as eleições nesta quinta (13). Por volta das 10h, o presidente chegou à capital de Pernambuco pela base aérea do Jordão. 

A expectativa era de que Jair viesse à capital pernambucana em busca de apoio e palanque para a corrida presidencial, contudo, a candidata Raquel Lyra (PSDB) falou publicamente que não irá "abrir o voto" para presidente neste segundo turno. A candidata Marília Arraes (Solidariedade) recebeu o apoio de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A agenda de Bolsonaro teve um encontro com apoiadores e líderes religiosos no Transamerica Hotel Recife, em Boa Viagem, Zona Sul do Recife.

 O evento contou com a presença dos líderes religiosos fundamentalistas Silas Malafaia, líder da Igreja da Assembleia de Deus Vitória em Cristo; Sóstenes Cavalcanti (PL), deputado federal do Rio de Janeiro; Marcos Feliciano (PL) deputado federal e líder da Catedral do Avivamento, ligada à Assembleia de Deus; Pastor Eurico, membro da Assembleia de Deus em Pernambuco (IEADPE) e deputado federal por Pernambuco; Gilson Machado (PL), ex-ministro do Turismo do Brasil e candidato ao Senado derrotado no primeiro turno e Anderson Ferreira (PL) ex-prefeito de Jaboatão dos Guararapes e candidato ao Governo de Pernambuco derrotado. 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

>>> No Nordeste, Lula tem 70% e Bolsonaro, 26%, mostra Ipec 

Por volta das 11h45, o candidato saiu do Transamerica Hotel Recife para discursar para os apoiadores que esperavam em frente do hotel com um trio elétrico e ruas interditadas. Apesar da grande estrutura, o evento contou com cerca de 300 pessoas, algumas que chegaram às 7h da manhã para garantir seus lugares perto de onde o presidente discursaria, mas as ruas de Boa Viagem estavam esvaziadas enquanto Bolsonaro fazia sua fala de apenas sete minutos.  

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Na tentativa de angariar votos na região após falas xenofóbicas, Bolsonaro iniciou o discurso relembrando a origem dos pais da sua atual esposa, Michelle Bolsonaro. "Para aqueles que falam que eu não gosto de nordestino, fiquem sabendo que a minha princesa, Dona Michelle, é filha de um 'cabra da peste' do Ceará. Sou apaixonado por uma nordestina. Na minha filha, em suas veias, corre sangue de 'cabra da peste'. 

Mesmo após escândalos de corrupção no MEC, Orçamento Secreto e com a compra de 51 imóveis com dinheiro vivo, Bolsonaro segue afirmando que não há corrupção no seu governo. "Nosso governo acabou com a corrupção. Não existe mais corrupção endêmica no governo", disse.  A fala encerrou com gritos de "mito". 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Promessas  

Olhando para a praia de Boa Viagem, o presidente afirmou que foram expedidas “nessa semana duas portarias regulamentando a construção de eólicas com a força do Nordeste. Ou seja, o Nordeste em pouco tempo passará a exportar energia verde para o mundo todo”. Há 22 anos, seis estados da região já fazem exportação líquida de energia, de acordo com o Ministério de Minas e Energia e pela Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético (SPE).

>>> Bolsonaro cita analfabetismo para justificar perda no Nordeste 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O presidenciável também disse que o Auxílio Brasil "veio pra ficar". "Eles estão com ciúmes porque pagavam o Bolsa Família com importância irrisória para o povo brasileiro. hoje ele vale R$ 600,00 reais e valerá para todos e para sempre. Não temos demagogia, temos políticas concretas". O Auxílio Brasil, feito na intenção de substituir o Bolsa Família, não tem pagamento assegurado em 2023 porque a lei que regulamenta o benefício aponta que os R$ 600,00 serão pagos só em 2022. 

Além disso, a própria proposta do Orçamento de 2023 enviada pelo governo Jair Bolsonaro ao Congresso Nacional não inclui previsão de aumento para o Auxílio Brasil. O valor médio incluído no texto é de R$ 405 – abaixo dos R$ 600 pagos atualmente. 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Mulheres Com Bolsonaro

 A agenda de campanha de Bolsonaro continua neste fim de semana em Pernambuco. Michelle Bolsonaro e Damares Alves, senadora eleita pelo DF e ex-Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos já tem presença confirmada na capital recifense no próximo sábado (15) no ato "Mulheres com Bolsonaro" na quadra do Colégio Agnes, nas Graças, a partir das 13h. De acordo com os organizadores, o evento deve propagandear os feitos da gestão Bolsonaro para as mulheres. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

 

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO