‘Se houve os Anões do Orçamento, agora tem os Gigantes do Orçamento’, diz deputado

O deputado federal Jorge Solla (PT-BA) afirmou não ter indícios de quem operacionaliza o esquema de venda de emendas, mas disse que o governo criou os "Gigantes do Orçamento"

www.brasil247.com - Jorge Solla: Bolsonaro é um alucinado envolvido até o pescoço com a milícia
Jorge Solla: Bolsonaro é um alucinado envolvido até o pescoço com a milícia (Foto: Gustavo Lima - Câmara)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O deputado federal Jorge Solla (PT-BA) destacou que atualmente ministros precisam recorrer ao "carimbo" de parlamentares para conseguir aplicar o dinheiro das próprias pastas. O parlamentar afirmou não ter indícios de quem operacionaliza o esquema, mas disse que o governo criou os "Gigantes do Orçamento". A entrevista foi concedida pelo jornal O Estado de S.Paulo.

Em audiência pública, o parlamentar questionou o ministro da Controladoria-Geral da União (CGU) Wagner Rosário sobre a suspeita de que tenha se instalado no Congresso um "feirão de emendas", com pagamento antecipado de propina de volta aos congressistas.

"Lembra dos Anões do Orçamento, na década de 1990? O que estamos vivendo hoje é infinitamente maior. Aquilo que era anão comparando com o que estamos vivendo hoje. Ouvi um comentário interessante: Se houve os Anões do Orçamento, agora tem os Gigantes do Orçamento", comparou o parlamentar.

PUBLICIDADE

Jair Bolsonaro montou um "orçamento secreto" no final do ano passado no valor de R$ 3 bilhões em emendas para reforçar o apoio da base bolsonarista no Congresso. Parte  do dinheiro seria destinado à aquisição de tratores e equipamentos agrícolas por preços até 259% maiores que os valores de referência.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email