Vice-governadora de PE, Luciana Santos se pronuncia sobre truculência da PM: "não autorizamos e vamos apurar"

"Isso não foi autorizado pelo governo do estado", afirmou a vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos, sobre a truculência de PMs, que jogaram bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha contra manifestantes em Recife (PE). "Os atos de violência, que repudiamos desde já, estão sendo apurados e terão consequências", disse ela

www.brasil247.com - Vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos
Vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos (Foto: Divulgação)


 247 - A vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos (PCdoB), publicou em sua conta no Instagram um vídeo afirmando que a violência policial contra vários manifestantes em Recife (PE), neste sábado (29), não teve consentimento do governo Paulo Câmara (PSB). Militares jogaram bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha em direção aos participantes dos atos contra o governo Jair Bolsonaro.

"Isso não foi autorizado pelo governo do estado. Condenamos esse tipo de atitude", disse ela em vídeo. "Os atos de violência, que repudiamos desde já, estão sendo apurados e terão consequências", escreveu Luciana no Instagram.

Uma das principais vítimas da truculência policial foi a vereadora Liana Cirne Lins (PT), que levou spray de pimenta no rosto e até caiu no chão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Uma manifestante repudiou a ação da PM. "Isso é uma palhaçada com o povo. (É um protesto) totalmente pacífico", disse uma manifestante.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Luciana Santos (@lucianasantos_65)

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email