Vivo diz que vai cumprir determinação do MPF-MA

A assessoria de comunicação da Vivo publicou nota informando que ainda não foi notificada da decisão do MPF-MA de ingressar na Justiça com uma ação de cível pública contra as operadoras de telefonia móvel que não prestam serviço de qualidade à população maranhense e contra a Anatel por não cumprir com sua obrigação de fiscalizar as empresas que exploram esta atividade no estado; “A Telefônica Vivo informa que não foi notificada da ação judicial relacionada ao tema tratado pela reportagem. Assim que isso ocorrer, a empresa cumprirá a determinação legal”, anunciou a operadora

A assessoria de comunicação da Vivo publicou nota informando que ainda não foi notificada da decisão do MPF-MA de ingressar na Justiça com uma ação de cível pública contra as operadoras de telefonia móvel que não prestam serviço de qualidade à população maranhense e contra a Anatel por não cumprir com sua obrigação de fiscalizar as empresas que exploram esta atividade no estado; “A Telefônica Vivo informa que não foi notificada da ação judicial relacionada ao tema tratado pela reportagem. Assim que isso ocorrer, a empresa cumprirá a determinação legal”, anunciou a operadora
A assessoria de comunicação da Vivo publicou nota informando que ainda não foi notificada da decisão do MPF-MA de ingressar na Justiça com uma ação de cível pública contra as operadoras de telefonia móvel que não prestam serviço de qualidade à população maranhense e contra a Anatel por não cumprir com sua obrigação de fiscalizar as empresas que exploram esta atividade no estado; “A Telefônica Vivo informa que não foi notificada da ação judicial relacionada ao tema tratado pela reportagem. Assim que isso ocorrer, a empresa cumprirá a determinação legal”, anunciou a operadora (Foto: Leonardo Lucena)

Blog do Jorge Vieira - A assessoria de comunicação da Vivo encaminhou nota de esclarecimento ao blog informando que ainda não foi notificada da decisão do Ministério Público Federal no Maranhão de ingressar na Justiça com uma ação de cível pública contra as operadoras de telefonia móvel que não prestam serviço de qualidade à população maranhense e contra a Anatel por não cumprir com sua obrigação de fiscalizar as empresas que exploram esta atividade no estado. 

“A Telefônica Vivo informa que não foi notificada da ação judicial relacionada ao tema tratado pela reportagem. Assim que isso ocorrer, a empresa cumprirá a determinação legal”, anunciou a assessoria da empresa.

Antes de mais nada quero explicar que o blog não produziu reportagem, apenas publicou um release do Ministério Público Federal no Maranhão, no qual informa que propôs ação civil pública, com pedido de liminar, contra as operadoras de telefonia móvel Claro, Tim, Oi e Vivo pela má prestação de serviços no Maranhão e também contra a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), por falhar em fiscalizar os serviços.

Conforme o MPF/MA, a iniciativa visa garantir a proteção efetiva dos direitos dos consumidores maranhenses, com base no Código de Defesa do Consumidor, para que as operadoras sejam obrigadas a prestarem serviços adequados, eficientes e contínuos aos seus usuários.

E bom lembrar que o prefeito Edivaldo Holanda Júnior, diante da tanta reclamação dos clientes das quatro operadoras,  sancionou semana passada a lei, de autoria do deputado Pavão Filho, que autoriza a Prefeitura de São Luís não renovar alvará da empresa telefônica que não prestar bons serviços à população
 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247