Ação do estado é responsável por aumento de mortes violentas no RJ

Reportagem da jornalista Ana Luiza Albuquerque, da Folha de S.Paulo, informa que a polícia do Rio de Janeiro matou 194 pessoas no estado durante o mês de julho, maior patamar desde 1998, quando o dado começou a ser contabilizado

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Reportagem da jornalista Ana Luiza Albuquerque, da Folha de S.Paulo, informa que a polícia do Rio de Janeiro matou 194 pessoas no estado durante o mês de julho, maior patamar desde 1998, quando o dado começou a ser contabilizado.  

O ISP (Instituto de Segurança Pública) divulgou os números nesta quarta-feira (21).  

De janeiro a julho de 2019, 1.075 pessoas foram mortas pelo Estado, cerca de 20% a mais do que no mesmo período do ano passado.  

Na Região Metropolitana, as mortes por intervenção de agentes do Estado chegaram a 178 em julho, representando 41,5% do total de casos de letalidade violenta (429), que reúne todos os índices criminais que resultaram em morte.   

O governador Wilson Witzel tem intensificado o discurso linha-dura e estimulado ações violentas da polícia.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email