Agressores de homossexuais responderão por tentativa de homicídio

Marcos Ribeiro da Silva, vulgo Cocoroca, e Rodrigo Alves da Silva, vulgo Docinho, foram presos na noite de ontem; o homem que teve os ossos do rosto quebrados est internado na Ilha do Governador

Agência Rio - Policiais da Delegacia do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (DAIRJ) prenderam, no fim da noite desta segunda-feira, Marcos Ribeiro da Silva, vulgo “Cocoroca”, 41 anos e Rodrigo Alves da Silva, vulgo “Docinho”, 31 anos. Ambos são acusados de agredir um casal homossexual que saia do aeroporto.

Segundo os agentes, o casal foi abordado por taxistas piratas na saída do aeroporto, mas se recusaram a viajar nos veículos e os criminosos começaram a ofendê-los e agredi-los. Durante a confusão um dos criminosos deu um chute no rosto de uma das vítimas que teve os ossos da cabeça e da face quebrados.

Ainda de acordo com os agentes, o homem está internado em um hospital da Ilha do Governador. Os dois foram autuados pelo crime de tentativa de homicídio.

Conheça a TV 247

Mais de Sudeste

Ao vivo na TV 247 Youtube 247