Alecsandro festeja fim de jejum e paz com vascaínos

Atacante chegou a ser xingado pelos torcedores vascanos ao desperdiar uma chance clara de gol no incio do confronto com o time boliviano; seu nome foi "cantado" pela torcida no fim do jogo



Autor de dois gols do Vasco no massacre por 8 a 3 sobre o Aurora-BOL, na noite da última quarta-feira, em São Januário, que classificou o time carioca para as quartas de final da Copa Sul-Americana, Alecsandro celebrou o fim de um jejum que durava desde o dia 16 de julho, quando também marcou duas vezes na vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-PR, pelo Campeonato Brasileiro.

O atacante chegou a ser xingado pelos torcedores vascaínos ao desperdiçar uma chance clara de gol no início do confronto com o time boliviano. Porém, em seguida balançou as redes duas vezes já no primeiro tempo e acabou tendo o nome cantado pela torcida após o final do duelo. E, ao comemorar a sua atuação, Alecsandro deixou a humildade de lado ao garantir que voltou com tudo para ajudar o Vasco a buscar o título brasileiro e o da Copa Sul-Americana.

"É difícil, todo jogador quer o nome cantado, e se eu for puxar na minha carreira dificilmente vão ver gols perdidos. Graças a Deus, sou um atacante que perco muito pouco gol. E, no começo do jogo, com a gente precisando ganhar, ter um gol daquele ali e perder eu acho que é normal a torcida reclamar. É lógico que a gente fica chateado de a torcida não cantar o nosso nome, mas torcedor é movido por paixão, por amor, por gols e está todo mundo de parabéns", disse o atacante, em entrevista para o SporTV, na qual lembrou que já ajudou o Vasco a conquistar um título nacional neste ano.

 

"Graças a Deus pude ser decisivo em uma Copa do Brasil, venho fazendo meus gols, temos jogadores como o Bernardo, que nem é titular, mas entra e sempre faz gols. Então está todo mundo de parabéns. O Vasco vive um grande momento e eu estou muito feliz de viver esse momento", completou Alecsandro, se referindo ao fato de que o meia Bernardo também marcou dois gols na vitória sobre o Aurora.

Ao falar mais especificamente sobre o gol perdido no início duelo da última quarta, Alecsandro também deixou a modéstia de lado. O atacante exaltou a sua própria qualidade como finalizador de jogadas. "Nem em treino eu perco gol, mas falei que tentei caprichar para dominar a bola de esquerda, mas acabei passando. O grupo deu uma força muito grande, confia na gente", disse, antes de mandar um recado para os próximos rivais do Vasco ao ser questionado se o "Alecgol" (apelido que ganhou no clube) voltou. "Com certeza, para os azar dos adversários eu voltei em uma reta final, e em reta final a gente sabe que precisa de gols."

Bernardo, por sua vez, também festejou a sua atuação, no qual marcou dois golaços. "Dá moral essa vitória. A gente vem fazendo um grande papel nas duas competições (Brasileirão e Sul-Americana) e a gente trabalha para isso, todo dia forte, e o Cristóvão (Borges, técnico interino) tem dado muita confiança para a gente. E vamos continuar nessa pegada que teremos um jogo importante no domingo também", ressaltou, se referindo ao duelo contra o São Paulo, em São Januário, pela 32.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email