Aluguel de imóveis para o carnaval aumenta até 20%

Levantamento feito pelo Conselho Regional de Corretores de Imveis do Estado do Rio de Janeiro (Creci-RJ), divulgado hoje (6), mostra crescimentos nos aluguis em Paraty, Costa Verde, Arraial do Cabo, e na Regio dos Lagos

Agência Brasil - O aluguel de imóveis por temporada começou a apresentar alta nas cidades litorâneas do Rio de Janeiro por causa do carnaval. Levantamento feito pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado do Rio de Janeiro (Creci-RJ), divulgado hoje (6), mostra aumento de 20% no valor dos aluguéis em Paraty, na Costa Verde, e entre 15% a 20%, em Arraial do Cabo, na Região dos Lagos.

Há o caso de estabilidade nos preços em relação ao carnaval do ano passado, o que foi constatado em Angra dos Reis, também na Costa Verde. Ali, o que cresceu foi a demanda por imóveis, onde a expansão chega a 50%.

Já na região serrana, devido às chuvas, o preço do aluguel de imóveis para o carnaval chegou a ter redução de até 15%, de acordo com o diretor de Locação do Creci-RJ, Carlos Samuel. Foi o que ocorreu em Teresópolis e Petrópolis. Com as chuvas e o consequente prejuízo à paisagem urbana, a procura pelos municípios da região serrana diminuiu. “Como os aluguéis obedecem às leis de mercado, quanto mais quantidade e menos procura, desce o preço”. Em Petrópolis, a oferta diminuiu 10% para o período.

 

A explicação para o aumento dos aluguéis nas cidades litorâneas está na preferência dos turistas pela praia, de acordo com Samuel. “Nessa época do ano, a maioria das pessoas procura as praias para passar os dias de férias e o feriado, e a oferta de imóveis não é tão crescente. Então, com o aumento da demanda, os preços sobem”, avaliou.

Já na capital fluminense, a procura por imóveis de temporada e o preço dos aluguéis dependem do bairro. Em Copacabana, que concentra 97% da procura por imóveis nesta época, o reajuste ficou em 10%. Na Barra da Tijuca, apesar de não apresentar tradição de aluguel por temporada, a procura por esse tipo de imóvel vem aumentando, do mesmo modo que as ofertas para locação. A previsão do Creci-RJ é que a taxa de ocupação na Barra da Tijuca fique em 90% até o carnaval.

Segundo Samuel, a procura tem sido maior nos bairros da zona sul, da zona oeste e também por bairros próximos ao centro da cidade.

Já entre a rede hoteleira, a procura segue em ritmo intenso. Pesquisa divulgada pela Associação Brasileira da Indústria de Hotéis Seção Rio de Janeiro (ABIH-RJ) mostra que a ocupação está em mais de 80% para o carnaval. No caso dos hotéis, os bairros que apresentam maior procura são Flamengo e Botafogo - ambos com 93,3% de ocupação - e Copacabana e Leme, onde a ocupação está com a taxa de 85,5%. O centro da cidade, devido à proximidade com o sambódromo, apresenta 85% de quartos ocupados.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247