Witzel diz que 'não merecem viver aqueles que atiram contra a população do Rio'

Governador do Rio voltou a defender o abate de criminosos com fuzil, sem se dar conta de que ele próprio se enquadra no critério: "aqueles que não se entregarem, que não tirarem o fuzil do tiracolo, serão abatidos, porque não merecem viver aqueles que atiram contra o povo e contra a população"

Witzel comete crime de lesa-humanidade
Witzel comete crime de lesa-humanidade (Foto: Divulgação)

247 - Após a criança Ágatha Vitória Sales Félix, de apenas 9 anos, ser baleada pela polícia no Complexo do Alemão, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, voltou a defender o abate de criminosos com fuzil. "Aqueles que não se entregarem, que não tirarem o fuzil do tiracolo, serão abatidos", disse ele

 "O crime organizado não é maior que o Estado. E nós não vamos permitir que eles continuem zombando das nossas caras, serão combatidos, serão caçados nas comunidades", anunciou. 

"E aqueles que não se entregarem, que não tirarem o fuzil do tiracolo, serão abatidos, porque não merecem viver aqueles que atiram contra o povo e contra a população", enfatizou o governador, como informou o portal O Dia. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247