Assessor que denunciou 'rachadinha' do PSL de SP passou réveillon com o clã Bolsonaro

Alexandre Junqueira, assessor que denunciou esquema de "rachadinha" no gabinete do deputado estadual Gil Diniz, líder do PSL na Assembleia Legislativa de São Paulo, frequentava o círculo da família Bolsonaro, chegando a participar da restrita festa de réveillon na Granja do Torto na virada de 2018 para 2019

247 - O ex-assessor que denunciou esquema de "rachadinha" no gabinete do deputado estadual Gil Diniz, líder do PSL na Assembleia Legislativa de São Paulo, era um assessor que frequentava o circulo do clã Bolsonaro, chegando a participar da restrita festa de réveillon que Jair Bolsonaro promoveu na Granja do Torto na virada de 2018 para 2019, horas antes da posse.

Segundo reportagem do jornal O Globo, Alexandre Junqueira era conhecido como “Carioca de Suzano” e foi funcionário do gabinete de Diniz entre março e agosto deste ano. Em denuncia apresentada ao Ministério Público, Junqueira disse que o deputado pediu que devolvesse R$ 5 mil do salário e lhe prometeu que o assessor só receberia gratificações caso concordasse em entregar o valor.

O deputado nega e atribuiu a acusação ao fato de seu nome surgir como possível candidato do partido à prefeitura de São Paulo.

Junqueira afirma que o desentendimento começou em março, quando se recusou a repassar o salário. Antes, ele acompanhava o deputado em todos os eventos políticos, e também frequentava sua casa. Foi nesses período que passou as férias com o parlamentar e indo para a festa da virada no ano passado da família Bolsonaro.

A festa era restrita para um grupo de cerca de 30 pessoas, somente a família e os amigos mais próximos. Junqueira posou em imagens junto com Diniz, Eduardo e Flávio durante a festa e, posteriormente, foi convidado para a posse.

Conheça a TV 247

Mais de Sudeste

Ao vivo na TV 247 Youtube 247