Avião em que estava Marília Mendonça tinha denúncias por irregularidades na Anac

“A empresa acumula irregularidades que colocam em risco tripulantes e passageiros”, diz documento do Ministério Público Federal. A cantora e outras quatro pessoas que estavam na aeronave morreram no acidente

www.brasil247.com - Aeronave onde estava Marília Mendonça e outras quatro pessoas
Aeronave onde estava Marília Mendonça e outras quatro pessoas (Foto: Reprodução)


247 - O avião onde viajava a cantora Marília Mendonça, que caiu no interior de Minas Gerais nesta sexta-feira (5), era alvo de denúncias de irregularidades na Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

Além da cantora, seu produtor Henrique Ribeiro, seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, o piloto e o copiloto do avião morreram no acidente, confirmou o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG).

"A empresa acumula irregularidades que colocam em risco tripulantes e passageiros", diz documento do Ministério Público Federal (MPF), informa reportagem do site Notícias da TV, do UOL.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Uma pesquisa pública feita no site da Agência mostra que a empresa proprietária da aeronave, a Pec Táxi Aéreo, acumula três processos no Estado de Goiás. O sistema da agência, porém, informa que a aeronave encontra-se em situação regular.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No relatório do MPF, o qual o Notícias da TV teve acesso, foram descritos os riscos do para-brisa da aeronave com prefixo PT-ONJ. "O vidro fica embaçado, com prejuízo visual em pousos e decolagens, fato conhecido pela empresa, porém ignorado", afirma o documento.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O MPF também pontua que, segundo fontes do órgão, a Pec Táxi Aéreo teria utilizado de "meios ilícitos de burlar a ocorrência de auditorias e vistorias da Anac”.

Um piloto que afirmou ter testemunhado o acidente relatou ao apresentador Datena que o avião bateu em um fio de alta tensão não sinalizado. A cidade vizinha Ipanema estaria sem energia elétrica. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email