Bolsonarismo apela para baixaria contra Marília Campos, em Contagem (MG)

Desta vez, a campanha adversária extrapolou todos os limites. Usaram o CNPJ da campanha de Marília para produzir panfleto contra ela. Em milhares de panfletos criminosos, tentam associar a candidata petista ao atual prefeito, rejeitado pela cidade

(Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência PT – A bandalheira eleitoral bolsonarista e anti-povo voltou a atacar novamente em Contagem neste sábado. O alvo, como tem ocorrido em outras capitais e cidades, é a candidatura do PT. Desta vez, a campanha adversária extrapolou todos os limites. Usaram o CNPJ da campanha de Marília para produzir panfleto contra ela. Em milhares de panfletos criminosos, tentam associar a candidata petista ao atual prefeito, rejeitado pela cidade. O crime eleitoral está sendo denunciado na Justiça e nas redes sociais. Se agem isso na eleição, imaginem o que não fariam na prefeitura.

Veja a nota da Coligação Contagem Feliz de Novo

“A campanha de Felipe Saliba extrapolou os limites legais. Especializou-se em fabricar fakes news contra a nossa candidata Marília Campos. Desta vez, cometeram crime eleitoral. Usaram o CNPJ da nossa campanha para produzir e espalhar na cidade milhões de panfletos falsos, nos quais associam a imagem do atual prefeito Alex de Freitas com a de Marília como se ele a tivesse apoiando.

Sobre mais essa ação repugnante, Marília Campos dirigiu-se à população de Contagem para dizer que:

“Há dias a campanha de meu adversário vem tentando associar minha candidatura à figura do prefeito Alex de Freitas, de quem sempre fui opositora. Inicialmente, por meio de carros de som, que a Justiça Eleitoral mandou recolher por propaganda ilegal. Agora, por meio de uma campanha infame por mensagens de WhatsApp e de panfletos que inundaram a cidade. Repudio veementemente essa associação indevida e ilegal”.

Respeito o voto de todos os eleitores e eleitoras de minha cidade. Eleita, governarei para todos e para todas, pelo bem de Contagem. Só não posso admitir que a mentira tente influenciar o voto de quem está cansado de um governo que tem a desaprovação da maioria de nossa cidade. Peço a todos que reflitam sobre seu voto amanhã. Contagem não merece ser enganada novamente”.

Juíza manda recolher material ilegal contra Marília

A Juíza da 91ª Zona Eleitoral – Contagem/MG, Mônica Silveira Vieira, acaba de conceder “a imediata expedição de mandado de busca e apreensão de todos os exemplares do material de propaganda ilícita apontado nos autos e de todos os materiais de conteúdo semelhante. Expeça-se ofício para os comandantes da Polícia Militar e da Guarda Municipal, exatamente como acima determinado.

Policiamento será reforçado

Em razão do agravamento dos ataques e baixarias e do acirramento da disputa eleitoral, a Contagem Feliz de Novo solicitou o aumento do efetivo policial nos locais de votação neste domingo, dia 29. A Polícia Militar se comprometeu a colocar viaturas na entrada das escolas onde ocorrerá a votação.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247