Bolsonaristas chamam exposição sobre democracia de “propaganda comunista” e juiz proíbe instalação

Ataque foi feito por conta de uma foto que registrava a passagem de faixa de FHC para Lula, na exposição “Democracia em disputa”, em Juiz de Fora (MG). Prefeitura irá recorrer

Exposição em Juiz de Fora atacada por bolsonaristas
Exposição em Juiz de Fora atacada por bolsonaristas (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Uma exposição chamada "Democracia em Disputa" foi proibida em Juiz de Fora, Minas Gerais, em caráter liminar pela Justiça. Trata-se do registro fotográfico de momentos chave da democracia brasileira, da década de 1940 até hoje.

A mostra vem sendo atacada por bolsonaristas por conta de uma foto específica, que registra o momento da passagem da faixa presidencial do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso para seu sucessor, o ex-presidente Lula. 

Os fascistas acusam a exposição de ser “propaganda comunista financiada por uma prefeitura do PT”. A Prefeitura de Juiz de Fora é comandada pela ex-deputada federal Margarida Salomão, do PT.

PUBLICIDADE

A liminar concedida pelo juiz Marcelo Alexandre do Valle Thomaz chamou as fotos de “peças publicitárias” e proibiu a instalação por ocorrer na fachada de um prédio tombado. A instalação numa área externa, no entanto, se deveu ao período da pandemia. 

A Prefeitura irá recorrer da decisão e argumenta que a instalação dos painéis ocorreu sem dano à fachada e que o prédio costuma receber decorações diversas (de Natal, por exemplo), sem que isso tenha sido questionado anteriormente.

A Prefeitura informa ainda que a exposição não é uma iniciativa da Prefeitura, e ocorre em função da cidade sediar o Encontro Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). 

PUBLICIDADE

A produção das fotos foi feita pelo Instituto da Democracia e pela Democratização da Comunicação (IDDC), hoje presidido pelo professor Leonardo Avritzer (UFMG). A instalação foi financiada por Capes, CNPq e Fapemig.

Confira a posição da Prefeitura no Twitter:

 

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE

Apoie o 247

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email