Bolsonaristas fazem carreata da morte na região com maior concentração de hospitais em São Paulo

Protesto contra Doria e pelo fim da quarentena parou o trânsito e contou com buzinaço na avenida Paulista, onde há dezenas de hospitais, e próximo ao Parque do Ibirapuera, onde foi inaugurado um hospital de campanha

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Forum - Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro voltaram a desafiar a pandemia e desrespeitar os doentes e encamparam nesta sexta-feira (1º) mais uma carreata da morte – como vêm sendo chamado os protestos contra as medidas de isolamento social e pelo fim da quarentena, medida que vem sendo adotada no mundo inteiro para o combate ao coronavírus.

Com muito barulho, buzinaço e bandeiras do Brasil, motoristas pararam o trânsito na avenida Paulista, região com maio concentração de hospitais da capital paulista. Muitos chegaram a descer de seus carros e transitar no meio da via, causando aglomerações.

Movimentação semelhante aconteceu próximo ao Parque do Ibirapuera, onde esta semana foi inaugurado um hospital de campanha para atender infectados por Covid-19.

Confira a reportagem completa na Revista Forum.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247