Bolsonaro confessa que teve ajuda de policiais para saber de operações contra sua família

Em declaração horas após a divulgação da reunião ministerial, Jair Bolsonaro afirmou que tem “amigos policiais civis e policiais militares no Rio de Janeiro” que o avisavam de operações contra os seus filhos

(Foto: Carolina Antunes - PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira, 22, que tem “amigos policiais civis e policiais militares no Rio de Janeiro” que o avisavam de operações contra os seus filhos. 

“Nunca tive sucesso para nada. É obrigação dele [Moro] me defender”, disse, apoplético, na noite desta sexta, 22, após a liberação do vídeo da reunião ministerial.

Ao pedir demissõa, o ex-ministro da Justiça Sérgio Moro acusou Bolsonaro de tentar interferir na Polícia Federal para ter acessoa a investigações. 

Segundo o empresário Paulo Marinho, suplente de senador de Flávio Bolsonaro, durante a campanha eleitoral de 2018, Flávio foi avisado da operação Furna de Onça, da Polícia Federal, e alertado para demitir Fabrício Queiroz, aucsado de operar as rachadinhas. 

Assista:

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247