Bolsonaro defende vaquejadas e diz que não há mais "politicamente correto" no Brasil

​"Respeito todas as instituições, mas lealdade eu devo a vocês. O Brasil está acima de tudo. Neste momento em que muitos criticam a festa de peões e a vaquejada, quero dizer com muito orgulho que estou com vocês. Não existe politicamente correto. Existe o que precisa ser feito", disse ele, na abertura da festa de Barretos (SP)

(Foto: Marcos Corrêa/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputinik – O presidente Jair Bolsonaro esteve neste sábado (17) em Barretos (SP), para participar da 64ª Festa de Peão Boiadeiro de Barretos. Durante o evento, ele voltou a defender as vaquejadas.

Bolsonaro afirmou que está "ao lado" dos apoiadores de rodeios e vaquejadas, acrescentando que é contra o "grupo politicamente correto" que quer impedir essas festas no país.

​"Respeito todas as instituiçõesinstituições, mas lealdade eu devo a vocês. O Brasil está acima de tudo. Neste momento em que muitos criticam a festa de peões e a vaquejada, quero dizer com muito orgulho que estou com vocês. Não existe politicamente correto. Existe o que precisa ser feito", afirmou.

Em seguida, Bolsonaro montou num cavalo oferecido pela organização do evento e deu duas voltas pela arena principal.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email