Bondes novos para Santa Teresa

No h possibilidade de ficar sempre remendando, diz presidente da Central; ser preciso concorrncia internacional



Após o período de reestruturação do sistema, os bondes de Santa Teresa serão novos e não reformados, como o projeto inicial previa. O alto custo para recuperar os tradicionais bondinhos pesou na avaliação.

Segundo o presidente da Central (Companhia Estadual de Engenharia de Transportes e Logística), Eduardo Macedo, é inviável a permanência do antigo modelo nas ruas do bairro. “O trilho bilabiado não é compatível com os bondinhos tradicionais de Santa Teresa. Ficar reformando os carros não adianta. Temos que trocar tudo. Não há possibilidade de ficar sempre remendando”- diz Macedo.

O tempo para compra dos novos trilhos, pode chegar até seis meses. Será feita uma licitação internacional. A Alemanha é o pais referência para a compra dos produtos.

Ainda segundo Macedo, ele não decidiu o que será feito com os bondinhos velhos. Os moradores chegaram a sugerir que carros fossem colocados em pontos estratégicos do bairro. Desde o dia 27 de agosto, os bondinhos pararam de funcionar depois de um acidente que matou seis pessoas.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email