Botafogo, desconcertado, perde de 2 a 0 com golaço de Neymar

O Botafogo continua em terceiro lugar, mas ontem aprendeu duas lies: o Santos, mesmo em crise, sempre um time perigoso, e Neymar com a bola nos ps uma arma mortal



O Botafogo deixou escorrer a chance de, pela primeira vez, liderar o Brasileirão. A derrota para o Santos por 2 a 0 nesta quarta-feira na Vila Belmiro provou que nunca se deve subestimar o Santos de Neymar, que, depois de ter cumprido suspensão diante do Grêmio, no domingo, fez um golaço aos 15m do segundo tempo e aplicou dribles desconcertantes nos adversários.

Com falhas na defesa, muitos erros de passe o Botafogo continua na terceira posição com 52 pontos. O Santos ficou com 41 pontos, mas ainda perto da zona de rebaixamento. No sábado, o Botafogo enfrenta o Avaí, em Santa Catarina. No domingo, o Santos enfrenta o Flamengo, no Rio.

Ao sair de campo no fim da primeira etapa, Neymar confirmou que só não marcou o segundo gol, em um contra-ataque em velocidade pela direita, porque teve que desviar de uma ave quero-quero que estava no gramado. "O quero-quero me atrapalhou", disse o atacante, pedindo para que a ave fosse tirada do campo. Mas, em seguida, mudou de ideia. "Não, é melhor deixar o quero-quero lá porque o Botafogo vai atacar daquele lado no segundo tempo".

Neymar afirmou que estava com saudade da Vila Belmiro. "Jogar aqui (na Vila) é maravilhoso e estou feliz por ter marcado mais um gol bonito nele".

Com a vitória desta quarta, o Santos deu importante passo para afastar um pouco mais o remoto risco de rebaixamento à Série B e recuperar a confiança, depois das duas derrotas seguintes diante Atlético Mineiro, em Sete Lagoas (MG), e Grêmio, na Vila Belmiro. "Foi fundamental o time voltar a ter a pegada da Libertadores. Entramos determinados a conquistar os três pontos, com a marcação começando pelo ataque", disse Arouca.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email