Boulos entra na Justiça para impedir pesquisa que pode favorecer França

O candidato a prefeito de São Paulo Guilherme Boulos (PSOL) entrou na Justiça Eleitoral contra uma pesquisa que pode ser divulgada na sexta-feira alegando que haveria uma indução a escolher o candidato Márcio França

Guilherme Boulos e Márcio França
Guilherme Boulos e Márcio França (Foto: Reprodução/Facebook)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O candidato a prefeito de São Paulo Guilherme Boulos (PSOL) entrou na Justiça Eleitoral contra uma pesquisa que pode ser divulgada na sexta-feira alegando que haveria uma indução a escolher o candidato Márcio França (PSB).

Segundo a ação isso se comprova pois, antes da pergunta em qual candidato a prefeito o eleitor votaria, há um questionamento sobre em quem a pessoa votou na eleição para governador em 2018: João Doria (PSDB) ou França.

Segundo a campanha de Boulos, a pessoa fica induzida a indicar que votaria no candidato do PSB para a Prefeitura de São Paulo. Ainda, Boulos reclama que a divulgação, na sexta, ocorrerá no mesmo dia em que será conhecido o resultado de uma nova pesquisa Ibope.

Já o coordenador da campanha de França, Anderson Pomini, declarou que não vê ilegalidades e não acha que o pedido de impugnação será aceito pela Justiça. Ele acrescentou que o PSDB já fez um pedido neste sentido e não obteve sucesso. "Não vejo qualquer irregularidade, não há qualquer indução."

Para ele, Boulos reclamou à Justiça porque o resultado não agrada.

A campanha de Boulos, porém, vê ligação entre a agência que realizou a pesquisa e o candidato do PSB. Justifica que a Badra é uma agência que já prestou serviços para França. Trata-se de uma referência a um vídeo de divulgação postado no Youtube de um evento ocorrido na Praça Charles Miller, em frente ao estádio Pacaembu.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247