Boulos muda opinião de apresentador sobre direito à moradia: “vamos invadir juntos, então, porra” (vídeo)

Em entrevista, Guilherme Boulos convence apresentador sobre a luta dos sem teto pelo direito à moradia. "Se um imóvel está abandonado, a prefeitura tem que notificar. Existe a função social da propriedade "

www.brasil247.com - Guilherme Boulos
Guilherme Boulos (Foto: Reprodução)


Revista Fórum - Taxado pela direita de “invasor” por conta de sua atuação junto ao Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), o candidato à prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos (PSOL), mudou a opinião de um apresentador do Flow Podcast sobre especulação imobiliária e direito à moradia.

A entrevista foi feita no início de setembro, mas começou a viralizar com força essa semana, principalmente na plataforma Reddit.

Perguntado sobre as ocupações dos sem teto, o psolista explicou em detalhes como funciona a atuação do movimento e desmistificou a ideia de que eles “tomam” a casa das pessoas. “O movimento nunca invadiu a casa de ninguém. O movimento mapeia imóveis que estão em situação ilegal, que estão abandonados. Tem o Estatuto das Cidades: se um imóvel tá abandonado, a prefeitura tem que notificar. Existe a função social da propriedade”, disse.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia mais na Fórum.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email