Cabral tem a quarta pior avaliação do País

É o que aponta a pesquisa Ibope/CNI, feita com os 27 governadores; apenas 18% da população fluminense consideram a gestão do governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), ótima ou boa; 33% dos ouvidos avaliam o seu governo como regular e 47% ruim ou péssimo; líder da rejeição foi a governadora do Rio Grande do Norte, Rosalva Ciarlini (DEM)

RIO DE JANEIRO, RJ, 24.07.2013: CABRAL/PEDREIRO - O governador Sérgio Cabral Filho se reúne com a família do pedreiro Amarildo, desaparecido na favela da Rocinha após operação da PM. Estavam presentes a esposa Elizabeth Gomes da Silva, os sobrinhos Carlos
RIO DE JANEIRO, RJ, 24.07.2013: CABRAL/PEDREIRO - O governador Sérgio Cabral Filho se reúne com a família do pedreiro Amarildo, desaparecido na favela da Rocinha após operação da PM. Estavam presentes a esposa Elizabeth Gomes da Silva, os sobrinhos Carlos (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Rio 247 – O governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), tem a quarta pior avaliação entre os 27 governadores do País, perdendo apenas para a democrata Rosalva Ciarlini (Rio Grande do Norte), para o petista Agnelo Queiroz (Distrito Federal) e para o socialista Camilo Capibaribe (Amapá). É o que aponta a pesquisa Ibope/CNI, divulgada nesta sexta-feira (13).

Segundo o levantamento, apenas 18% da população do Rio avalia o governo Cabral como ótimo ou bom; 33%, regular e 47% ruim ou péssimo; 2% não souberam responder ou não quiserem opinar. No caso de Rosalba, 74% da população avaliam a sua gestão como sendo ruim ou péssima, 17% a consideram regular e 7% acham que a democrata faz uma boa ou ótima administração.

Por sua vez, o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, tem uma reprovação de 62%. A pesquisa apontou que 24% avaliam a sua gestão como sendo regular e 9%, ótima ou boa; 4% não manifestaram suas opiniões. Já o governador do Amapá, Camilo Capibaribe, tem o mesmo percentual de aprovação que Cabral (18%). Porém, no caso do socialista, 26% consideram a sua gestão como regular e 55%, ruim ou péssima.

Quesito confiança

De acordo com as estatísticas, 65% da população do estado do Rio disseram que não confiam em Cabral, enquanto apenas 28% declararam que confiam no gestor; 7% não quiseram responder. No que diz respeito às áreas do sue governo, a saúde foi apontada por 63% dos entrevistados como o pior setor da gestão do peemdebistas.

Segundo o levantamento, 40% da população revelaram ter preocupações com a violência; 36% com o combate às drogas e 30% com o crescimento econômico do estado.

Mais bem avaliados

Os mais bem avaliados são os governadores do Amazonas, Omar Aziz (PSD), e de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). No caso do pessedista, 74% dos entrevistados acham que sua gestão é ótima ou boa; 17%, regular, e 7%, ruim ou péssima. Apenas 2% dos ouvidos não responderam.

Em relação ao chefe do Executivo pernambucano, pré-candidato à Presidência da República, 58% da população pernambucana avaliam o seu governo como ótimo ou bom; 26%, regular, 13%, ruim ou péssima; 3% não opinaram.

A pesquisa ouviu 15.414 eleitores acima de 16 anos em 727 municípios, entre os dias 23 de novembro e 2 de dezembro.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247