Chuva recorde causa deslizamentos e deixa moradores soterrados na Grande BH; 3 mortes foram confirmadas

Foi confirmada a terceira morte em decorrência das fortes chuvas na capital mineira. O corpo é de uma criança de 6 anos. Uma mulher segue desaparecida. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) afirmou que, desde o início da medição climatológica há 110 anos, Belo Horizonte teve o dia mais chuvoso da história da cidade

(Foto: PRF)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Belo Horizonte e cidades da região metropolitana amanheceram com alagamentos de vias e deslizamentos de barrancos. Foi confirmada a terceira morte: uma criança de 6 anos. Uma mulher segue desaparecida. De acordo com a prefeitura da capital mineira, 17 pessoas foram levadas para abrigos. Foram reservados 500 alojamentos caso haja necessidade de pessoas saírem de casas em áreas de risco.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) afirmou que, desde o início da medição climatológica há 110 anos, Belo Horizonte teve o dia mais chuvoso da história da cidade. A capital mineira completou 121 anos em dezembro de 2019. Em 24 horas, o acumulado de chuva chegou a 171,8 milímetros. A instituição considera a medida entre as 9h desta quinta-feira (23) e as 9h desta sexta-feira (24).

Em Contagem moradores do Morro dos Cabritos foram retirados de casa e levados para abrigos. De acordo a Defesa Civil, cerca de 500 moradores foram retirados da região. Eles devem receber aluguel social.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247