Com agravamento da pandemia, Doria avalia fechar São Paulo

O governador de São Paulo, João Doria, pensa em já nesta quarta-feira colocar todas as regiões do estado na fase vermelha. O secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn, defende o fechamento das escolas

(Foto: ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Diante do agravamento da pandemia de Covid-19 em todo o país, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), avalia, segundo Caio Junqueira, da CNN Brasil, fechar o estado e anunciar já nesta quarta-feira (3) a mudança de todas as regiões paulistas para a fase vermelha do Plano São Paulo.

A fase vermelha consiste na restrição total a comércios e serviços não essenciais.

Auxiliares de Doria dão como certo o anúncio de fechamento. Eles alertam, porém, que o governador ainda irá se reunir com o Centro de Contingência nesta terça-feira (2) e na quarta-feira pela manhã para tomar sua decisão.

PUBLICIDADE

O secretário de Estado da Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, defendeu nesta terça-feira o fechamento das escolas em todo o estado por causa do agravamento da pandemia. 

Gorinchteyn admitiu que o aumento da circulação de pessoas promovida pela volta às aulas contribuiu para o aumento da transmissão do novo coronavírus nas últimas semanas. “Se estamos entendendo que as pessoas estão ameaçadas frente ao vírus, frente ao colapso (do sistema de saúde), temos que reavaliar situações que poderiam ser evitadas. Uma delas é a situação da escola. O problema não é a escola, mas a circulação de pessoas. Professores, alunos, pais que levam e trazem seus filhos. Mesmo no transporte público, a exposição que a gente acaba colocando as pessoas. Nesse momento, vale a observação sobre essa questão de não haver aulas. E nós vamos levar isso para discussão no centro de contingência. Eu pessoalmente estarei discutindo esse aspecto”, disse o secretário à rádio CBN.

PUBLICIDADE

 Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email