Com investimento de R$ 163 milhões, Nestlé inaugura fábrica em Três Rios

Fbrica deve gerar cerca de mil empregos diretos e indiretos; alm disso, cerca de 400 pequenos produtores rurais da regio devem ser beneficiados com a venda de leite para a multinacional

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

A nova fábrica da Nestlé que será inaugurada nesta sexta-feira, em Três Rios, na região Centro-Sul fluminense, promete alavancar o desenvolvimento econômico do estado, impulsionando a cadeia produtiva do leite. E os números não são modestos. Com investimento de R$ 163 milhões, a fábrica ocupa uma área de 20 mil m² às margens da Rodovia Washington Luís (BR-040) e deve receber, inicialmente, 200 mil litros de leite por dia. A estimativa é de que sejam gerados mil empregos diretos e indiretos. Além disso, cerca de 400 pequenos produtores rurais da região devem ser beneficiados com a venda de leite para a multinacional.

Com incentivos fiscais oferecidos pelo estado, a Nestlé volta ao Rio de Janeiro após o fechamento, em 2007, da fábrica que mantinha em Barra Mansa, na região do Médio Paraíba, a 123 quilômetros de Três Rios. A empresa vai começar produzindo leite UHT (longa vida), achocolatados, e sucos à base de soja. Futuramente, a produção deve evoluir para outros produtos da linha.

- Cada vez mais o Estado do Rio de Janeiro vem ganhando importância para os negócios da Nestlé Brasil e a inauguração desta fábrica nos permitirá abastecer de forma ainda mais eficiente o mercado carioca e os demais Estados da região Sudeste. Além disso, será um estímulo para fortalecer o potencial da bacia leiteira do Rio de Janeiro – disse o presidente da Nestlé no Brasil, Ivan Zurita.

Em função da localização geográfica, a produção da nova fábrica abastecerá o estado do Rio, além de parte de Minas, Espírito Santo e São Paulo.

Para o secretário de Agricultura e Pecuária, Christino Áureo, o Rio – que já esteve entre os dez maiores produtores de leite do país - deve recuperar a representatividade perdida no final da década de 80. Segundo ele, o Governo do Estado não poupou esforços para atrair empresas, como a Nestlé, e estimular a produção de leite, que é uma das vocações econômicas do Rio.

- Com o programa Rio Leite, foi concedida uma série de incentivos fiscais na cadeia produtiva, e o Rio Genética financiou a compra de gado leiteiro pelos produtores. A vinda da fábrica da Nestlé para o Rio terá impacto em todo o estado e até mesmo em Minas Gerais e no Espírito Santo. O Rio não tem só petróleo. A atividade pecuária gera muitos empregos. Essa é uma vitória da diversificação das atividades – afirmou Áureo.

Ainda de acordo com o secretário, o objetivo do estado é elevar a produção de leite de 460 milhões de litros por ano, em 2006, para um bilhão de litros em 2015:

- Além da nova fábrica da Nestlé, tem a gaúcha Bom Gosto e a detentora da marca Parmalat. As três maiores indústrias brasileiras do setor estão no Rio. ‘Estamos ressurgindo das cinzas - diz o prefeito de Três Rios.

Com capacidade inicial de processar 400 mil litros de leite por dia, podendo chegar a 600 mil, a fábrica da Nestlé deve mudar os rumos da economia rural da região. O estado investiu, apenas neste ano, R$ 60 milhões na revitalização de cooperativas de produtores de leite, que receberam a garantia de compra de 100% da produção pela Nestlé por um preço acima do valor de mercado. Para o prefeito de Três Rios, Vinícius Farah, a produção e o consumo de leite devem crescer.

 - A Nestlé fez um mapeamento dos produtores rurais e deu garantia de compra, fechando um preço quase 40% maior do que o normal. Enquanto o preço médio do litro de leite era de R$ 0,78, a fábrica vai comprar por até R$ 1,10. Isso vai estimular o crescimento não apenas de Três Rios, mas de toda a região de maneira sólida. Estamos ressurgindo das cinzas – comemorou Farah.

 A notícia da instalação da fábrica da Nestlé se espalhou rápido e está atraindo até estrangeiros para a região. Segundo o prefeito de Três Rios, além de investidores de outros estados do país, russos e espanhóis já adquiriram ou estão em processo de aquisição de terras para criação de gado leiteiro com a finalidade de atender à demanda da fábrica.

Esta é a terceira unidade industrial da Nestlé instalada no estado do Rio. Os sorvetes Nestlé são produzidos na unidade de Jacarepaguá, na capital fluminense, de onde saem mais de 100 itens para todo o país. Já em Petrópolis, na região Serrana, está localizada a fábrica de água mineral da multinacional.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email