Corinthians derrota Bahia e agarra segundo lugar

Com um gol no Pacaembu, equipe espanta a crise e se mantm acesa no preo

O Corinthians voltou a vencer no Campeonato Brasileiro, acabando com o jejum que já durava três partidas. Contando com o apoio da torcida, a equipe derrotou o Bahia por 1 a 0, neste domingo, no Pacaembu, pela 26ª rodada. O único gol da partida, que teve poucas emoções, foi marcado pelo atacante Emerson, aos 13 minutos do segundo tempo.

 

Com a vitória, o Corinthians ultrapassou o São Paulo e o Botafogo, que se enfrentaram neste domingo e ficaram no empate. Assim, chegou à segunda colocação do Brasileirão, com 47 pontos, dois atrás do líder Vasco. Já o Bahia estacionou nos 30 pontos, na 13ª colocação.

 

Para chegar à vitória, depois de duas derrotas e um empate, o Corinthians precisou superar um problema interno. Depois de deixar a equipe titular e pedir para não ser relacionado diante do São Paulo, na última quarta-feira, Chicão voltou a não ficar nem no banco neste domingo. Desta vez, por opção do técnico Tite que manteve a zaga formada com Wallace e Paulo André.

 

O JOGO - O Corinthians começou o jogo com um apoio especial entre os torcedores. Adriano e Ronaldo acompanhavam a partida das numeradas, ao lado do presidente do clube, Andrés Sanchez. Talvez, se estivessem em campo, o primeiro tempo tivesse mais emoções do que de fato aconteceu.

 

A equipe paulista entrou em campo preocupada com o adversário, mas também com outras duas partidas: Botafogo e São Paulo, terceiro e segundo colocados, respectivamente, se enfrentavam no Rio. Ao mesmo tempo, o líder Vasco jogava contra o Cruzeiro. Dependendo dos resultados, o Corinthians poderia voltar à liderança nesta rodada.

 

Talvez por isso, a desatenção da defesa corintiana no início da partida. Logo aos 6 minutos, aconteceu a melhor chance de toda a primeira etapa, e foi do Bahia. Marcos bateu escanteio, Júnior subiu mais do que a zaga e cabeceou a bola no travessão. No rebote, Titi tocou fraco, também de cabeça, e o goleiro Julio Cesar espalmou para escanteio.

 

Depois disso, o Corinthians passou a exercer seu papel de mandante e começou a dominar a posse de bola. No entanto, isto não era traduzido em chances de gol. Até que, a equipe teve duas chances consecutivas, ambas explorando as jogadas aéreas.

 

Aos 13 minutos, Fábio Santos conseguiu um bom cruzamento, Alex errou a cabeçada e a bola sobrou para Danilo. O meia bateu forte mas Marcelo Lomba, bem posicionado, fez boa defesa. Três minutos depois, Danilo escorou de cabeça para Paulo André, dentro da área. O zagueiro dominou no peito e virou uma meia bicicleta. A bola passou perto da trave direita.

 

Quando parecia que a partida ganharia em emoção, os dois times voltaram a errar muito e o que se viu foi um jogo truncado, com muita briga pela posse de bola no meio-de-campo. Tanto é que, até o final da primeira etapa, aconteceu apenas mais um bom momento.

 

Aos 33 minutos, o atacante Júnior recebeu na entrada da área, pelo lado esquerdo. Ele ajeitou e bateu forte, mas a bola acabou subindo demais. Foi a última chance do time baiano antes do intervalo.

 

O segundo tempo começou um pouco mais movimentado que o primeiro com uma boa chance para cada lado logo no início. Aos 7 minutos Willian carregou a bola pela esquerda e cruzou para a área. Hélder vinha na corrida, marcando Emerson, e tocou na bola, quase fazendo um gol contra. Aos 9, resposta do Bahia. Cruzamento de Júnior para a área, Fábio Santos afastou mal e, no rebote, Reinaldo bateu por cima do gol.

 

Aos 13 minutos, o Corinthians abriu o placar. Em seu último lance em campo - logo depois saiu para a entrada de Jorge Henrique -, o meia Alex cruzou para a área, a zaga do Bahia afastou mal e a bola sobrou para Emerson. O atacante bateu forte sem chance para o goleiro Marcelo Lomba: 1 a 0.

 

O gol mudou o panorama da partida, que voltou a ficar morna. O time paulista seguia com mais posse de bola, mas com menos ímpeto de chegar ao gol. Ao mesmo tempo, o Bahia esbarrava na deficiência técnica na tentativa do empate. Assim, o chute a gol seguinte aconteceu apenas aos 33 minutos, com Jorge Henrique, que fez boa jogada e bateu forte da intermediária, para a defesa de Marcelo Lomba.

 

Daí em diante, o único lance que chamou a atenção foi a expulsão do atacante Emerson, que simulou uma contusão no momento que ia deixar o gramado. Ao receber o cartão amarelo, aplaudiu o árbitro ironicamente e recebeu o vermelho.

 

FICHA TÉCNICA:

 

Corinthians 1 x 0 Bahia

 

Corinthians - Julio Cesar; Alessandro, Wallace, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Edenílson, Danilo e Alex (Jorge Henrique); Emerson e Willian (Morais). Técnico - Tite.

 

Bahia - Marcelo Lomba; Marcos, Paulo Miranda, Titi e Hélder; Fabinho, Fahel, Camacho (Ricardinho) e Carlos Alberto (Maranhão); Reinaldo (Zezinho) e Júnior. Técnico - Joel Santana.

 

Gols - Emerson, aos 13 minutos do segundo tempo

 

Árbitro - Evandro Rogério Roman (Fifa/PR).

 

Cartões amarelos - Fabinho, Carlos Alberto, Alessandro, Paulo André e Emerson.

 

Cartões vermelhos - Emerson.

 

Renda - Não disponível.

 

Público - 23.765 pagantes.

 

Local - Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP).

 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247