Culto de pastor bolsonarista provoca aglomeração com 11 mil pessoas na quadra da Grande Rio

Sem máscara, o pastor Leonardo Sale, que fez campanha para Bolsonaro em 2018, circulou entre os fiéis. O culto ainda foi transmitido pelas redes sociais

(Foto: Reprodução/Twitter)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - O pastor Leonardo Sale, fundador da Igreja Pentecostal Templo dos Milagres, provocou uma aglomeração de cerca de 11 mil pessoas, segundo dados divulgados pelos próprios participantes, na quadra da escola de samba Grande Rio, em Duque de Caxias, na baixada fluminense, na noite desta quarta-feira (3) em um megaculto que foi transmitido pelas redes sociais.

O pastor, que declarou voto e fez campanha em um vídeo para Jair Bolsonaro em 2018, divulgou o culto pedindo que os fiéis fossem de máscara de proteção facial, mas na imagem muitos fiéis e o próprio pastor aparece sem a medida de proteção.

A Grande Rio emitiu nota dizendo tem como diretriz ceder a sua quadra para eventos religiosos, sociais e culturais e que a responsabilidade, segundo a escola, é dos realizadores. Mas que, diante das imagens, vai fazer uma notificação a Leonardo Sale.

Leia mais na Fórum.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email