Denúncia apontou falha em avião seis meses antes de acidente que matou Marília Mendonça

De acordo com a denúncia, a aeronave operada pela PEC Táxi Aéreo tinha problemas no sistema antiembaçamento do para-brisa que dificultariam os pousos e decolagens

www.brasil247.com -
(Foto: Reprodução)


247 - A empresa que transportava a cantora de música sertaneja Marília Mendonça foi alvo de uma denúncia anônima seis meses antes do acidente desta sexta-feira (05) que matou a artista e outras quatro pessoas, em uma área próxima a uma cachoeira na cidade de Piedade de Caratinga, no interior de Minas Gerais.

De acordo com a denúncia, a aeronave operada pela PEC Táxi Aéreo tinha problemas no sistema antiembaçamento do para-brisa que dificultariam os pousos e decolagens. Reportagem da BBC disse não haver indícios de uma relação entre a denúncia e a queda. 

O Ministério Público Federal (MPF) em Goiás iniciou a apuração do caso, mas foi arquivado depois que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou que o problema havia sido corrigido.

A artista havia saído de Goiânia em direção a Caratinga (MG), onde faria um show. Entre as vítimas, além de Marília, estão dois tripulantes, um tio e um produtor da artista.

Em nota, a Força Aérea Brasileira (FAB) informou que investigará as causas do acidente. Segundo o órgão, investigadores do Terceiro Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA 3), no Rio de Janeiro (RJ), foram acionados para as apurações iniciais. 

A cantora viajava em um avião bimotor modelo Kingair C90A, prefixo PT-ONJ, que pertencia à PEC Táxi Aéreo, sediada em Goiânia. 

Os corpos dela e do tio, Abicieli Silveira Dias, serão velados juntos, neste sábado (6), por volta das 13h, no Ginásio Goiânia Arena, conforme informou a assessoria da cantora. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247