Eduardo Bolsonaro diz que Oscar é de esquerda por indicar filme de Petra Costa

Inconformado com a indicação ao Oscar do documentário "Democracia em Vertigem", sobre o golpe contra Dilma, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) afirmou que “onde chega a esquerda visa dominar a educação e cultura principalmente”

(Foto: Câmara dos Deputados)

247 - O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) acusou o Oscar 2020 de ser esquerda e contribuir com a dominação da "cultura e educação" através da indicação do "Democracia em Vertigem", filme da brasileira Petra Costa, como melhor documentário.

“Onde chega a esquerda visa dominar a educação e cultura principalmente. Essas indicações ao oscar não são a toa e não se engane, se fosse um documentário mostrando a maior manifestação de rua da história do Brasil (contra o PT do lulopetismo) jamais seriam indicados”, escreveu o parlamentar no Twitter.

Em sua postagem, o filho de Jair Bolsonro também compartilhouo tuíte do olavista Leandro Ruschel, que igualmente disparou inúmeras críticas ao Oscar pela indicação do filme de Petra Costa. “Um documentário sobre o impeachment da anta que não apresenta essa imagem é simplesmente uma fraude”, escreveu, em referência ao protesto na Avenida Paulista em março de 2016 a favor do golpe contra Dilma Rousseff.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247