Em 4 semanas, Rio tem mais internações por síndromes respiratórias que em todo 2019

De acordo com o sistema de monitoramento Infogripe, no ano passado foram registradas 1.835 internações por SRAG no estado. Somente entre 8 de março e 4 de abril deste ano, 1.951 pessoas foram hospitalizadas com a síndrome

Rio é o segundo estado com o maior números de mortes por coronavírus no Brasil
Rio é o segundo estado com o maior números de mortes por coronavírus no Brasil (Foto: Marcello Casal Jr/ABR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Um levantamento feito pelo G1 com base em dados da Fiocruz apontou que, em quatro semanas, mais pessoas foram internadas por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) no estado do Rio de Janeiro que em todo o ano de 2019.

De acordo com o sistema de monitoramento Infogripe, no ano passado foram registradas 1.835 internações por SRAG no estado. Somente entre 8 de março e 4 de abril deste ano, 1.951 pessoas foram hospitalizadas com a síndrome. 

Rio de Janeiro é o segundo estado brasileiro onde se encontra o maior número de mortes provocadas pelo coronavírus, com 422 óbitos dentre os 4.899 casos confirmados. Em primeiro está São Paulo, com 1.037 mortes e 14.580 casos. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247