CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Sudeste

Em fase de testes, bondes circulam em Santa Teresa

Símbolo de Santa Teresa, os bondinhos já podem ser vistos de volta ao bairro; começaram os testes operacionais com quatro dos 14 bondes que voltarão às ladeiras da região, no Centro do Rio; na fase de testes, a previsão é que os veículos circulem por 10 dias, em um trecho de 900 metros, passando pelos Arcos da Lapa, entre a estação Carioca e a Rua Joaquim Murtinho; calculada em R$ 130 milhões, a obra para circulação dos bondes começou em novembro de 2013, e ficaria pronta antes da Copa do Mundo de 2014; trânsito dos bondes no bairro foi interrompido em 2011, por causa de um acidente com seis mortos

Imagem Thumbnail
A Secretaria estadual de Transportes, inicia os testes operacionais com os novos bondes que começarão a circular ainda este mês, da estação Carioca à rua Joaquim Murtinho no centro do Rio (Tânia Rêgo/Agência Brasil) (Foto: Leonardo Lucena)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Isabela Vieira – Repórter da Agência Brasil

Símbolo de Santa Teresa, os bondinhos, já podem ser vistos de volta ao bairro. Começaram hoje (7) os testes operacionais com quatro dos 14 bondes que voltarão às sinuosas ladeiras da região, no Centro do Rio de Janeiro. Na fase de testes, a previsão é que os veículos circulem por 10 dias, em um trecho de 900 metros, passando pelos Arcos da Lapa, entre a estação Carioca e a Rua Joaquim Murtinho.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Calculada em R$ 130 milhões, a obra para circulação dos bondes começou em novembro de 2013, com a previsão de ficar pronta antes da Copa do Mundo de 2014. O trânsito dos bondes no bairro foi interrompido em 2011, por causa de um acidente com seis mortos.

Por enquanto, os testes serão feitos sem passageiros, apenas para verificar as condições dos freios. O chassi do bonde, com alterações em relação ao original, já foi aprovado. O bonde tem agora uma barra de travessão, para evitar que passageiros escorreguem para fora e estribo retrátil. Ou seja, não será mais possível viajar em pé e de graça, como se fazia antes. Para compensar, um conforto extra: cortinas de plástico retrátil, que funcionarão como janelas, em caso de chuva.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A previsão é que os bondinhos voltem a circular entre a Carioca e o Largo do Curvelo, o primeiro trecho a entrar em funcionamento, até 15 de julho. Depois, a previsão é chegar até o Largo dos Guimarães, na região central de Santa Teresa. Em setembro, há previsão de inaugurar ramificações para o Silvestre e para o Largo das Neves, que voltarão a ser os pontos finais das linhas.

Segundo o secretário estadual de Transportes, Carlos Osório, ainda não é possível antecipar a data de entrega dos bondes. “Prefiro não dar um prazo até terminarem os testes mecânicos”, afirmou. Ele lembrou que o cronograma de instalação acabou sendo descumprido algumas vezese trechos tiveram se ser refeitos. “Agora que [a obra] ganhou ritmo”, completou.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Além da entrega do primeiro trecho, a previsão é que sejam concluídas as obras entre a Rua Joaquim Murtinho e o Largo do Curvelo, que precisou ser refeito pelo Consórcio Elmo Azvi, responsável pela obra. A empresa já foi multada em R$ 1,3 milhão e corre o risco de ter o contrato cancelado, caso não conclua o trecho no Largos do Guimarães até julho.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO