Em vídeo, prefeito revela que Exército já faz levantamento de capacidade de sepulturas no Brasil

Prefeito de Três Rios, município da região serrana fluminense, Josimar Salles (PDT), revela que há um “levantamento estatístico” sendo feito pelo Exército sobre o número de covas do município. “Diante de um documento como esse, eu não posso de forma alguma afrouxar as regras do isolamento” (assista)

Prefeito de Três Rios (RJ), Josimar Salles (PDT)
Prefeito de Três Rios (RJ), Josimar Salles (PDT) (Foto: Reprodução | AMANDA PEROBELLI / REUTERS)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Notícia publicada pelo jornalista Marcelo Auler, em seu Blog e para o Jornalistas pela Democracia, reproduz um levantamento que vem sendo feito pelo Exército Brasileiro com o objetivo de saber quantas sepulturas o Brasil dispõe e qual a disponibilidade de sepultamentos diários em cada um dos municípios brasileiros. Leia aqui a coluna de Marcelo Auler no 247.

Em um vídeo reproduzido em suas redes sociais, o prefeito de Três Rios, município da região serrana fluminense, Josimar Salles (PDT), traz imagens do levantamento estatístico, que segundo ele demonstra que o Exército teme a “possibilidade de um caos na nossa saúde pública”.

Salles revelou a cópia do ofício circular DIEx nº 185-SubSeçCons/SeçSvMil/Cmdo 1ª RM (reprodução acima), assinado pelo coronel Luís Mauro Rodrigues Moura, chefe da Seção de Serviço Militar. Neste ofício – “datado do dia 09 de abril de 2020, em caráter URGENTISSIMO” -, o coronel recomenda aos chefes dos Postos de Recrutamento e Mobilização das conhecidas Juntas de Serviço Militar (JSM) que busquem tais informações junto às prefeituras, destaca o jornalista Marcelo Auler.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247