Fifa barra meia-entrada, mas cria ingresso de R$ 44

O secretrio-geral, Jrome Valcke, disse hoje, na reunio da comisso especial, que a categoria 4 foi criada para idosos, estudantes e pessoas de baixa renda; os ingressos sero vendidos em torno de US$ 25

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Jérome Valcke, secretário-geral da Federação Internacional de Futebol (Fifa), afirmou nesta terça-feira (8), que será criada uma categoria especial de ingressos mais baratos, na categoria 4. A decisão foi na reunião da comissão especial que analisa a Lei Geral da Copa na Câmara dos Deputados.

De acordo com Valcke, o valor da categoria 4 serão vendidos em torno de US$ 25(aproximadamente R$ 44) e só poderão ser comprados por idosos, estudantes e pessoas de baixa renda. O objetivo é dar acesso ao maior número de pessoas.

O Mundial de 2014 gerou polêmica para os preços dos ingressos e também com a possibilidade da meia-entrada. Valcke critica a cobrança de meia-entrada, pois, segundo ele, não são os mais pobres que comprar estes ingressos. Ele informou também, que pretende criar um esquema para evitar ações de cambistas. As leis ainda vão passar pela Senado antes de serem aprovadas.

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, afirmou que a adaptação da legislação brasileira é “crucial” para a realização do torneio. Ele pediu agilidade na aprovação da Lei Geral pois “o tempo não está mais do nosso lado”.

O presidente da comissão, Renan Filho (PMDB-AL), entregou a Valcke uma proposta para que a Copa de 2014 tenha como tema o desarmamento, assim como o combate à Aids foi o tema da Copa de 2010, realizada na África do Sul. Valcke disse ter gostado da ideia e que a Fifa deve apoiar a proposta.

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email