Fifa vende novos direitos de TV para Copas do Mundo

Acordos para concesso dos direitos de transmisso das Copas do Mundo de 2018 e 2022 j garantem mais US$ 1,85 bilho entidade



A Fifa anunciou nesta quinta-feira que fechou acordos na semana passada para concessão dos direitos de transmissão das Copas do Mundo de 2018 e 2022 que lhe garantem mais US$ 1,85 bilhão. Os contratos incluem a venda para os Estados Unidos, em um valor estimado de US$ 1,2 bilhão.

Além disso, a Fifa revelou que também vendeu os direitos de transmissão pata a Austrália, o Canadá e todo o Caribe. A entidade também cedeu o direito de negociar os direitos dos torneios na Ásia para a agência suíça Infront, que tem estreita ligação com a falida ISL e é presidida pelo sobrinho de Joseph Blatter.

Para a Fifa, os acordos mostram que a atração e o valor dos torneios organizados por ela são duradouros. "A Fifa está muito satisfeita com a evolução das vendas de direitos de mídia até o momento", afirmou o secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke. "Mesmo em meio a tempos de austeridade econômica, isso confirma plenamente a força e o apelo que têm nossas competições", completou.

Em março, a Fifa anunciou que um processo de venda dos direitos de transmissão das Copas do Mundo de 2018 e 2022 rendeu US$ 1,7 bilhão em negociações no Oriente Médio e em partes da Ásia e América Latina. O balanço da Fifa para o ciclo de quatro anos encerrados na Copa do Mundo de 2010 mostrou que as vendas da difusão do torneio renderam US$ 2,4 bilhões.

 

A venda dos direitos de transmissão das Copas do Mundo de 2018 e 2022 inclui outros torneios organizados pela Fifa, como os Mundiais de Futebol Feminino que serão disputados em 2015 e 2022 além dos torneios das divisões de base.

 

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email