Filha de Belchior e namorada são presas por suposto envolvimento em assassinato de suspeito de pedofilia

Isabela Menegheli Belchior e Jaqueline Priscila Dornelas Chaves são acusadas de estarem envolvidas na morte do metalúrgico Leizer Buchiwieser dos Santos que, segundo a polícia, era pedófilo

(Foto: Reprodução/EPTV)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Isabela Menegheli Belchior, de 26 anos, filha do cantor Belchior, que morreu em 2017, e sua namorada, Jaqueline Priscila Dornelas Chaves, 31, foram presas nesta quinta-feira (13) em São Carlos, de acordo com o G1.

As duas são acusadas de estarem envolvidas no assassinato do metalúrgico Leizer Buchiwieser dos Santos, em agosto de 2019. O metalúrgico era pedófilo, de acordo com a polícia, e marcava programas pela internet oferecendo um valor maior pela participação de crianças.

Em depoimento, Isabela confessou o crime alegando que se defendeu das agressões de Leizer. O metalúrgico teria marcado um programa com Jaqueline no valor de R$ 500, que disse que levaria sua sobrinha. A criança não participou do ato, segundo a defesa do casal.

O delegado diz que Isabela e a namorada atraíram Leizer para uma emboscada com o objetivo de extorquir o homem. O plano teria dado errado e, em uma briga, o metalúrgico teria sido golpeado com faca.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email