HOME > Sudeste

Filha de Luiz Fux é escolhida nova desembargadora do TJRJ

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão escolheu a advogada Marianna Fux, 35, como nova desembargadora do Tribunal de Justiça (TJ-RJ); Marianna é filha do ministro Luiz Fux, do STF; na sessão do Órgão Especial do tribunal, ela recebeu 125 votos dentre os 143 desembargadores presentes; ao todo, 25 desembargadores não votaram em protesto pela presença de Marianna Fux na lista; a OAB-RJ questionou a candidatura dela por ela não comprovar o exercício profissional nos anos de 2007, 2008, 2009, 2010 e 2014

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão escolheu a advogada Marianna Fux, 35, como nova desembargadora do Tribunal de Justiça (TJ-RJ); Marianna é filha do ministro Luiz Fux, do STF; na sessão do Órgão Especial do tribunal, ela recebeu 125 votos dentre os 143 desembargadores presentes; ao todo, 25 desembargadores não votaram em protesto pela presença de Marianna Fux na lista; a OAB-RJ questionou a candidatura dela por ela não comprovar o exercício profissional nos anos de 2007, 2008, 2009, 2010 e 2014 (Foto: Aquiles Lins)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Rio 247 - O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão escolheu, nesta segunda-feira (7), a advogada Marianna Fux, 35, como nova desembargadora do Tribunal de Justiça (TJ-RJ). Marianna é filha do ministro Luiz Fux, do STF (Supremo Tribunal Federal). Na sessão do Órgão Especial do tribunal, ela recebeu 125 votos dentre os 143 desembargadores presentes.

Na sessão, 180 magistrados teriam direito a votar em três de seis nomes da lista encaminhada pela seccional Rio da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). Segundo informações apuradas pela Folha, 25 desembargadores não votaram em protesto pela presença de Marianna Fux na lista. A OAB-RJ questionou a candidatura dela por ela não comprovar o exercício profissional nos anos de 2007, 2008, 2009, 2010 e 2014.

Um dos itens do regulamento para concorrer à vaga de desembargador prevê que o candidato comprove dez anos ininterruptos de exercício da advocacia. Mas o pedido de impugnação de sua candidatura foi derrubado na sessão da Ordem, em 25 de fevereiro passado.

A data da posse de Marianna Fux ainda não está marcada.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: