Flávio Bolsonaro passa mal em debate e recusa ajuda de Jandira Feghali

O candidato à Prefeitura do Rio Flávio Bolsonaro (PSC) passou mal ontem durante o debate realizado pela Bandeirantes, que precisou ser interrompido; médica, a deputada Jandira Feghali (PCdoB), que também está na disputa, tentou ajudar; Flávio e o pai, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC), reagiram: "Sai daqui"; ela contou o episódio que aconteceu nos bastidores logo após o reinício do debate, para o qual Flávio Bolsonaro não voltou; em 2014, Flávio Bolsonaro debochou quando Dilma passou mal em debate

O candidato à Prefeitura do Rio Flávio Bolsonaro (PSC) passou mal ontem durante o debate realizado pela Bandeirantes, que precisou ser interrompido; médica, a deputada Jandira Feghali (PCdoB), que também está na disputa, tentou ajudar; Flávio e o pai, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC), reagiram: "Sai daqui"; ela contou o episódio que aconteceu nos bastidores logo após o reinício do debate, para o qual Flávio Bolsonaro não voltou; em 2014, Flávio Bolsonaro debochou quando Dilma passou mal em debate
O candidato à Prefeitura do Rio Flávio Bolsonaro (PSC) passou mal ontem durante o debate realizado pela Bandeirantes, que precisou ser interrompido; médica, a deputada Jandira Feghali (PCdoB), que também está na disputa, tentou ajudar; Flávio e o pai, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC), reagiram: "Sai daqui"; ela contou o episódio que aconteceu nos bastidores logo após o reinício do debate, para o qual Flávio Bolsonaro não voltou; em 2014, Flávio Bolsonaro debochou quando Dilma passou mal em debate (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News

Rio 247 - O candidato à Prefeitura do Rio de Janeiro Flávio Bolsonaro (PSC) passou mal na noite desta quinta-feira 25 durante o debate eleitoral realizado pela Bandeirantes, que precisou ser interrompido.

Médica, a deputada federal Jandira Feghali (PCdoB), que também concorre a prefeita, tentou ajudar o adversário. Flávio e o pai, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC), reagiram: "Sai daqui".

Logo após o reinício do debate, sem a presença de Flávio Bolsonaro, Jandira, ao ser instada a responder a pergunta de um telespectador que havia sido dirigida a Flávio, contou o episódio que havia acontecido nos bastidores. "A solidariedade não faz parte desse grupo fascista, torturador", disse.

Com a repercussão do caso, internautas resgataram uma publicação feita pelo político em 2014, quando a presidente Dilma Rousseff disputava a reeleição e não se sentiu bem depois de um debate no SBT, como lembra a Revista Fórum.

PUBLICIDADE

Na ocasião, a própria repórter que a entrevistava a segurou e a acompanhou até uma cadeira. No Twitter, Flávio debochou da situação e escreveu: "Dilma está levando uma surra moral de Aécio no debate, sua única saída será desmaiar".

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email