Fluminense e Internacional empatam sem gols no Beira-Rio

Diego Cavalieri defende pnalti e deixa tricolor em vantagem para decidir no Engenho, dia 10 de maio

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Site Oficial do Internacional - O Internacional empatou sem gols com o Fluminense na noite desta quarta-feira, no Beira-Rio, pelo confronto de ida das oitavas de final da Libertadores da América. O primeiro tempo foi bastante complicado. O Colorado teve dificuldades em passar pela forte marcação imposta pelo time carioca e praticamente não conseguiu concluir em gol.

Na etapa final, o Inter acertou o posicionamento e levou perigo ao adversário. Aos 12min, Leandro Damião sofreu pênalti, mas o goleiro Diego Cavalieri defendeu a cobrança de Dátolo. Aos 47min, Jô, que havia entrado no lugar de Dátolo minutos antes, acertou a trave na última tentativa colorada.

Os dois times voltam a se enfrentar no dia 10 maio, no Engenhão-RJ. Para ficar com a classicação às quartas de final, o Inter precisa empatar com gols ou vencer por qualquer escore. Novo empate sem gols levaria a decisão da vaga para os pênaltis.

Inter com mudanças no meio-campo

Sem Oscar, que ainda aguarda a liberação da Justiça do Trabalho, e D´Alessandro, lesionado, o Inter foi a campo com Tinga e Dátolo nas funções mais avanças do meio-campo. A zaga esteve completa já que Kléber se recuperou de lesão e foi para o jogo.

Inter tenta acelerar o jogo, Fluminense retardar

O começo da partida mostrou um Fluminense tentando matar o tempo nos primeiros movimentos. A cada cobrança de lateral ou de tiro de meta, os jogadores mostravam não ter a mínima pressa, levando vários segundos para colocar a bola em jogo. O Inter, com uma proposta de deixar Tinga bem avançado com Dátolo, Dagoberto e Damião, tinha na dupla de volantes formada por Guiñazu e Sandro Silva seus principais destaques. Os dois combatiam com muita eficiência e ganhavam todas as divididas. Aos 7min, Dátolo arrancou pelo meio-campo até a intermediária e chutou ao lado do gol.

Fluminense ameaça com Sobis

A partir dos 10min, o Fluminense saiu de trás e começou a ameaçar o gol de Muriel. Aos 11min, Sobis chutou com veneno de fora da área, a bola quicou no gramado e o goleiro defendeu. Em seguida, Carlinhos foi à linha de fundo e cruzou para Sobis, dentro da área. O atacante tentou chutar colocado e Muriel fez nova defesa. Aos 18min, foi a vez de Thiago Neves arriscar da intermediária, e a bola passou por cima com certo perigo.

Mudanças ainda no primeiro tempo por lesão

O jogo seguia truncado, muito disputado e sem muitas oportunidades. Aos31min, saiu Diguinho, lesionado, e entrou Jean, no Fluminense. Aos 41min, Kléber sentiu lesão e teve que ser substituído por Fabrício. Aos 43min, Deco cobrou falta com perigo para a área, a bola quicou no gramado e Muriel defendeu. Foi a última chance da primeira etapa.

Jajá entra no intervalo e time melhora

No vestiário, o técnico Dorival Júnior retirou Dagoberto para a entrada de Jajá. O Inter voltou com uma postura mais ofensiva, tendando pressionar o adversário. Sentindo o momento do time, a torcida se inflamou e passou a cantar com força, empurrando o Inter. E assim começou a blitz colorada na segunda etapa.

Aos 2min, Jajá cobrou falta, a bola entrou em um bate-rebate na área até que Damião chutou e Cavalieri salvou no cantinho. Dois minutos depois, Dátolo cobrou escanteio e Tinga arrematou de primeira, mas a zaga conseguiu o corte. Aos 8min, Nei deu bom cruzamento para a área para Damião e Diego salvou de soco. Um minuto depois, Dátolo deu lindo lançamento para Fabrício, na esquerda, que cruzou rasteiro e Gum afastou de novo com chutão.

A grande chance da partida: pênalti para o Inter

De tanto pressionar, o Inter teve um pênalti aos 10 minutos. Grande jogada de Fabrício pela esquerda, passando pelo marcador na linha de fundo e cruzando para Damião, que éfoiderrubado por Edinho. Pênalti bem marcado pelo juiz. Na cobrança, porém, dois minutos depois, Dátolo escolheu o cantinho esquerdo do goleiro e Cavalieri se esticou todo para fazer grande defesa. Uma pena. E quase a coisa piorou ainda mais um minuto depois, quando Sobis fez jogada na área colorada e chutou rasteiro para defesa salvadora de Muriel. No rebote, Guiñazu afastou.

Inter segue propondo o jogo

Apesar do pênalti perdido, o Inter seguiu propondo o jogo, enquanto o Fluminense buscava se fechar cada vez mais. Aos 26min, Jajá ganhou no corpo de Carlinhos e tocou em Dátolo na intermediária. O argentino tentou o chute, mas a bola saiu ao lado do gol. Aos 33min, Deco deu grande passe para Lanzini, que havia entrado um minuto antes na vaga de Thiago Neves. O argentino recebeu na área e concluiu forte ao lado do gol com perigo.

Bola na trave no último minuto

Aos 38min, o técnico Dorival Júnior colocou Jô e retirou Dátolo, buscando a presença na área mais forte. E quase a tática deu certo no último minuto. Aos 47min, Tinga cobrou falta para a área, e a bola sobrou pra Jô chutar de pé esquerdo na trave, com o goleiro Diego Cavalieri congelado só rezando para a bola não entrar. Não era a noite colorada mesmo.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email