Freixo e Beltrame na mira dos milicianos

Mfia das milcias, que controla transporte alternativo em Campo Grande, estaria planejando atentado, segundo denncia do deputado estadual Marcelo Freixo; secretrio de segurana pblica, Jos Mariano Beltrame, desconhece a ao



Rio 247 _ O deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL) diz ter recebido informações do Disque –Denúncia de uma milícia de Campo Grande está planejando um atentado contra ele e o secretário de Segurança, José Mariano Beltrame. Segundo Freixo, a ação ocorreria ainda esta semana. A assessoria de imprensa da secretaria disse desconhecer a denúncia.

O deputado disse que não vai alterar sua rotina, mas preferiu desmarcar compromissos como o debate nesta quarta-feira (26), na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj). “Depois do que fizeram com a juíza Patrícia Acioli (assassinada em 11 de agosto), não podemos desconsiderar denúncias”, disse Freixo.

A informação sobre o atentado chegou ao conhecimento de Freixo através do coronel responsável pela segurança da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), que o procurou imediatamente.

Freixo presidiu uma CPI sobre a atuação da máfia das milícias cujo relatório final pediu o indiciamento de 225 pessoas e apontou 1.113 suspeitos. Foram presos o deputado Natalino Guimarães (eleito pelo DEM) e o vereador Jerominho Guimarães (eleito pelo PMDB).

O parlamentar só se desloca pela cidade em carro blindado e uma viatura da PM passa as noites de plantão na porta de sua casa. Ele é perseguido por ter atuado contra o crime organizado no Rio, em especial por combater a máfia das milícias, que domina 40% das 1.200 comunidades carentes do Estado. Apenas com transporte alternativo, as milícias arrecadam mais de R$ 200 mil diários, segundo levantamento publicado em 2010 pela CPI.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email