Frota sugere que Bolsonaro dificulta apurações da CPMI das Fake News

"Como Bolsonaro vem dominando a instituição assim como fez no Coaf e na Receita dificulta um pouco o andamento investigativo", escreveu o deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP) em referência às apurações da CPMI das Fake News

247 - O deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP) sugeriu uma espécie de 'conluio" entre Jair Bolsonaro e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, para dificultar os trabalhos da CPMI das Fake News. De acordo com o parlamentar, a Polícia Federal, subordinada à pasta, "vem resistindo a ajudar" na comissão. 

"Como Bolsonaro vem dominando a instituição assim como fez no Coaf e na Receita dificulta um pouco o andamento investigativo", escreveu o parlamentar no Twitter.

As fake news voltaram a ter destaque na imprensa no ano passado, quando houve uma campanha ilegal contra o então presidenciável do PT, Fernando Haddad, e que teve como base a divulgação de fake-news (notícias falsas) no WhatsApp para prejudicá-lo, conforme denunciou uma reportagem do jornal Folha de S. Paulo. A matéria apontou, ainda, que cada contrato chega a R$ 12 milhões.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247