Garotinho sobre ‘gangue do Cabral’: “ainda falta muita gente”

Anthony Garotinho diz em seu blog não se surpreender com "o volume de dinheiro nem as pessoas presas até agora" na Operação Eficiência, da Polícia Federal; "O que me estranha é o contrário. Como com tantas provas algumas pessoas ainda não estão presas", escreve o ex-governador do Rio

Anthony Garotinho diz em seu blog não se surpreender com "o volume de dinheiro nem as pessoas presas até agora" na Operação Eficiência, da Polícia Federal; "O que me estranha é o contrário. Como com tantas provas algumas pessoas ainda não estão presas", escreve o ex-governador do Rio
Anthony Garotinho diz em seu blog não se surpreender com "o volume de dinheiro nem as pessoas presas até agora" na Operação Eficiência, da Polícia Federal; "O que me estranha é o contrário. Como com tantas provas algumas pessoas ainda não estão presas", escreve o ex-governador do Rio (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Operação Eficiência da Polícia Federal, que tentou prender o empresário Eike Batista e revelou detalhes da organização criminosa que seria comandada pelo ex-governador do Rio Sérgio Cabral não surpreendeu Anthony Garotinho, segundo disse ele em seu blog.

Ele disse não ter ficado surpreso com "o volume de dinheiro nem as pessoas presas até agora". "O que me estranha é o contrário. Como com tantas provas algumas pessoas ainda não estão presas", escreveu.

"Cabral só não foi em cana antes por falta de vontade de prendê-lo. Porque o seu cinismo, amor pelo dinheiro e os prazeres que ele proporciona, sempre foram amplamente conhecidos. Mas, em nome das vantagens que muitos setores receberam, inclusive a mídia, o melhor sempre foi ignorar o lado obscuro do homem que agora se sabe, além de mansões, dinheiro escondido em vários países do mundo, iates, gostava também de adquirir diamantes e barras de ouro", diz Garotinho.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email